Destaque Vila Verde

IPMA registou 31 sismos no espaço de nove dias em Vila Verde

Redação
Escrito por Redação

A atividade sísmica de Portugal continental durante este mês de agosto continua a ser predominantemente registada com epicentros no concelho de Vila Verde. A divisão de geofísica do Instituto Português do Mar e Atmosfera (IPMA) registou 31 episódios de atividade sísmica entre as 9h12 do dia 2 de agosto e as 11h36 deste sábado.

Segundo o IPMA, este tipo de registos acontecem com frequência, variando nos locais do país e não são motivo para alarme. Fazem parte do historial de 10 a 20 sismos sentidos por ano no continente.

O geofísico Fernando Carrilho, chefe de divisão de Geofísica do IPMA, confirmou na passada terça-feira ao Semanário V que este fenómeno está a ocorrer em Vila Verde, ao qual apelida de “uma concentração sísmica de baixa magnitude”.

“São sismos muito pequenos que, embora não seja normal acontecerem com esta sequência no mesmo local, não representam motivo para alarme”, garantiu o geofísico.

O geofísico assegurou também que, embora sem ser motivo para alarme, o concelho está sob vigilância daquela divisão do IPMA. “Se nos apercebermos de algo excecional estaremos imediatamente em contacto com a Autoridade Nacional da Proteção Civil, mas de momento não há motivos para alarme”, vincou Fernando Carrilho.

Recorde-se que existem meios de prever um sismo de grande magnitude, pelo menos 30 segundos antes de ele ocorrer, como explicou o mesmo geofísico numa entrevista ao jornal Expresso.

A compressão por parte de placas tectónicas nas falhas existentes debaixo da terra provocam estes pequenos abalos e, até ao momento, não há registo de qualquer dano provocado por estes 31 sismos em Vila Verde, que está agora na mira do IPMA como mais um ponto onde existirão falhas tectónicas, à semelhança de outros locais no norte do país ou na Galiza.

Segundo o IPMA, destes 31, apenas quatro deles foram sentidos e percebidos pela população, embora a mesma contrarie e aponte pelo menos seis sismos percebidos desde o dia 2 de agosto.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação