Braga Destaque

Motociclista abalroado mortalmente estudava engenharia e foi atleta do Braga

Redação
Escrito por Redação

O jovem distribuidor da Telepizza que sofreu um acidente fatal esta quinta-feira, em Braga, era aluno da licenciatura e mestrado integrado em Engenharia Eletrónica Industrial e Computadores da UMinho.

João Silva, de 21 anos e residente na freguesia de São Victor, concelho de Braga, era também um conhecido praticante de artes marciais e desportista tendo já representado o Sporting Clube de Braga.

Perdeu a vida depois da motorizada onde seguia ter colidido com uma viatura na EN 101, estrada paralela à variante do Cávado, em frente à Volvo, entre Dume e São Vicente, pelas 21h desta quinta-feira. Ao que tudo indica, o automóvel, de marca Mercedes, seguia em contramão quando colheu o jovem motociclista.

No local, os técnicos de emergência médica do INEM tentaram por várias vezes a reanimação, uma vez que se encontrava em paragem cardiorrespiratória, tendo sido transferido de urgência para o Hospital de S. João, no Porto, onde acabou por falecer.

O condutor da viatura que colidiu com o motociclo conduzido por João Silva acabou por fugir depois da colisão, tendo sido perseguido por uma das testemunhas do acidente.

O homem, de 63 anos e residente em Este S, Mamede, que acusou uma taxa de álcool no sangue de 1,582 g/l, e acabou por deixar o carro junto à Cadeia de Braga mas foi logo detido por agentes da PSP de Braga quando se preparava para esconder o mesmo num parque de automóveis do qual é proprietário.

A morte deste jovem estudante está a consternar a região pela forma trágica como perdeu a vida e por expor os perigos que os estafetas motorizados correm numa cidade onde o tráfego de automóveis aumenta a cada dia.

Ainda não há data para a cerimónia fúnebre.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação