Destaque Região

Observatório Marinho volta a registar golfinhos na costa de Esposende

(c) Vasco Ferreira / OMARE
Redação
Escrito por Redação

Avistar golfinhos nas praias ao largo de Esposende começa a ser habitual e agora foi a vez do Observatório Marinho de Esposende (OMARE), plataforma lançada pela Câmara de Esposende no final de 2017, registar o momento para a posteridade.

Segundo dados disponibilizados por aquele observatório, foi já avistada por onze vezes esta espécie chamada Golfinho-comum (Delphinus delphis) ao largo de várias das praias do concelho de Esposende, com especial incidência para a zona da foz do Cávado.

Aquele observatório guarda ainda registo de avistamento de duas outras espécies deste mamífero, um Golfinho-de-risso, ao largo da Estela, já no concelho da Póvoa de Varzim, e outro de um cinzento golfinho-roaz, este já bastante longe da região costeira, sendo esta espécie a mais conhecida da população por ser o mais “brincalhão”.

O Observatório Marinho de Esposende foi criado para monitorizar a biodiversidade marinha do Parque Natural do Litoral Norte. Apesar de ser desenvolvido como um programa regional, aborda desafios de claro âmbito nacional, colmatando lacunas relevantes de conhecimento do património natural, espécies, cartografia de habitats e ecossistemas e seus serviços.

Em Portugal, o golfinho-comum está totalmente protegido desde 1981 (Decreto-Lei n.º 263/81 de 3 de Setembro), sendo proibidas a captura, pesca ou abate de espécies de mamíferos marinhos nos estuários e na Zona Económica Exclusiva continental.

Também é proibida a comercialização de animais arrojados e, no caso de serem encontrados vivos, serão confiados a instituições científicas especializadas.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação