Desporto Destaque Vila Verde

Fotogaleria. Mundial de Prado arrancou de forma oficial

Os mundiais de maratonas, especialidade da canoagem, começam hoje na Vila de Prado, Vila Verde, com 10 portugueses em busca de medalhas no Rio Cávado.

O júnior Leonardo Vicente, em canoa monolugar (C1), é o canoísta com maior potencial para subir hoje ao pódio, depois de ter conquistado em junho a medalha de prata nos Europeus, embora em C2 (competição que não se realiza neste mundial), em equipa com Rodrigo Amaral.

A jornada reserva cinco provas, quatro de juniores e uma sub-23, as três primeiras do escalão feminino e as duas últimas no masculino.

Portugal apresenta uma seleção de 35 canoístas, sendo que as principais esperanças de pódio estão concentradas em José Ramalho, atual pentacampeão da Europa em K1, prova na qual tem seis títulos, e que agora procura inédito ouro, após três bronzes e uma prata na principal competição internacional.

Em C1, Rui Lacerda é vice-campeão da Europa e terá a companhia de Nuno Barros, campeão do Mundo em 2010, enquanto em sub-23 Sérgio Marcial é o atual vice-campeão do mundo.

A Vila de Prado é o primeiro destino a receber as três maiores provas internacionais de maratonas, os Europeus em 2013, a Taça do Mundo em 2016 e agora o campeonato do Mundo.

A Federação, o Clube Náutico de Prado e a autarquia de Vila Verde uniram esforços numa organização orçada em 300 mil euros.

Programa dos portugueses:

– Quinta-feira, 06 set:

09:00 / K1 juniores

Maria Gomes e Ana Silva.

09:05 / C1 juniores

Ana Rodrigues e Cláudia Araújo.

11:50 / K1 Sub-23

Nara Varela e Ana Nogueira.

12:00 / C1 juniores

Leonardo Vicente e Luís Varajão.

15:30 / K1 juniores

Tiago Henriques e Bernardo Santos.

Comentários

Acerca do autor

Luís Ribeiro

Luís Ribeiro