Braga Destaque

Braga entra no roteiro do turismo científico

Redação
Escrito por Redação

Braga é a grande novidade da nova edição dos “Circuitos Ciência Viva”, que será lançada no próximo dia 11 de setembro, terça-feira, às 11h, no Planetário – Casa da Ciência de Braga – Centro Ciência Viva.

Estarão presentes a Secretária de Estado da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, Maria Fernanda Rollo, o Presidente da Câmara Municipal de Braga, Ricardo Rio, e a Presidente da Ciência Viva, Rosalia Vargas.

O trajeto tem início no Planetário, nascido com grande empenho dos bracarenses, que elegeram o projecto para o Orçamento Participativo. Uma casa de ciência “com vista para as estrelas”, onde para além do Observatório Astronómico moram um laboratório, uma oficina de arte e ciência para pequenos e grandes inventores e um charco onde amiúde se avistam rãs e dáfnias.

Segue-se um passeio pedonal guiado, com passagem por alguns dos locais históricos da cidade: Arco da Porta Nova, Sé, Rua do Souto e Torre de Menagem. O percurso termina com um almoço no Restaurante Gato do Rio.

O projecto “Circuitos Ciência Viva” foi lançado em Fevereiro de 2017, com o lema “Deixem-se guiar pela curiosidade!”, e nasceu da vontade de tornar mais visível a Rede Nacional de Centros Ciência Viva, ligando-a a um ambicioso projecto de turismo do conhecimento. Oferece percursos de exploração e valorização do património em todo o território nacional, numa lógica de interacção entre zonas urbanas e zonas rurais, entre litoral e interior.

O kit de explorador é composto por um cartão, um guia impresso, um site e uma app, com um total de 18 circuitos, 54 percursos e mais de 200 etapas para explorar. Pode ser adquirido online, nos Centros Ciência Viva e nas lojas FNAC. No espaço de um ano abrangemos já 5.000 utilizadores.

Recomendado pela National Geographic, o projecto contou desde o início com o apoio tecnológico da Fundação Vodafone Portugal e com parceiros nacionais de relevo, como a GALP, a SATA e a CP – Comboios de Portugal. A estes juntam-se mais de 100 parceiros de ciência e cultura (museus, jardins zoológicos, aquários e parques naturais) e mais uma centena nas áreas de alimentação e alojamento. Em Braga serão assinados protocolos de âmbito nacional com a Fundação INATEL e a Movijovem, na presença dos seus presidentes.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação