Destaque País

GNR resgata e auxilia mais de 2 mil migrantes na Grécia

Redação
Escrito por Redação

A Guarda Nacional Republicana (GNR), no âmbito das operações da Agência Europeia de Fronteiras e Guarda Costeira (FRONTEX), em 2018, já resgatou e auxiliou 2 108 migrantes.

A GNR participa nestas missões desde 2009, tendo projetado 537 militares, dos quais 113 em 2018.

No ano passado, a GNR resgatou 1099 pessoas, tendo ainda realizado 10.405 horas de patrulhamento, percorrido 90.575 Km e navegado 12.895 milhas náuticas.

A GNR, este ano, está presente em países como a Grécia, Croácia, Polónia, Itália, Bulgária e Espanha, onde desempenha as seguintes missões:

Vigilância e busca e resgate marítimo, com o empenhamento de duas embarcações (uma lancha de patrulhamento e vigilância e uma embarcação de alta velocidade);
Vigilância terrestre e apoio ao controlo das fronteiras, desenvolvidos por binómios de segurança e intervenção e binómios de busca e socorro, bem como através do patrulhamento com recurso a veículos todo-o-terreno, sendo que na Grécia os veículos empenhados são dotados de câmaras de visão térmica (Thermo Vision Vehicle);
Investigação criminal, com a recolha de impressões digitais e registo dos migrantes, para efeitos de asilo, e verificação de viaturas suspeitas de viciação e de furto.
A participação da GNR nestas missões tem como principal objetivo prevenir, detetar e reprimir ilícitos relacionados com a imigração ilegal, tráfico de seres humanos e outros crimes transfronteiriços, contribuindo fundamentalmente para a salvaguarda de vidas humanas no mar através de missões de busca e salvamento.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação