Braga Destaque

Mobilidade. Câmara de Braga vai apostar em novos projetos para a cidade

Redação
Escrito por Redação

A Câmara de Braga quer que 2018 seja “um ano da mobilidade”, pelo que vai apostar em projetos “inovadores e impactantes” na circulação dos transportes públicos na cidade e em medidas que promovam uma “acalmia de tráfego”.

Em declarações à Lusa, a propósito da Semana Europeia da Mobilidade, o presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, apontou a aposta em meios de mobilidade sustentável, como autocarros elétricos ou a gás e vias cicláveis, ou a implementação de um autocarro escolar (‘School Bus’) como “caminhos a seguir” pela autarquia em questões relacionadas com a mobilidade.

“Mais do que uma Semana Europeia da Mobilidade (SEM) acreditámos que, pelo caráter estruturante de medidas e projetos que serão implementados e discutidos, será um ano da mobilidade”, afirmou o autarca.

Entre os projetos, Rio destacou o “caráter piloto e inovador” do BUILD, que vai envolver a Universidade do Minho, o Instituto Ibérico de nanotecnologia, o Centro de Computação Gráfica, as juntas de freguesia envolvidas, os Transportes Urbanos de Braga, a AGERE, a Braval e escolas.

“O objetivo é implementar medidas de descarbonização e de consciencialização ambiental. Serão colocados em espaço público dezenas de sensores para monitorizar a qualidade do ar, a velocidade e o tráfego na cidade, serão desencadeadas dezenas de atividades junto do público escolar para sensibilizar para a alteração de comportamentos de mobilidade e será implementado o Laboratório de Inovação urbana que visa a abertura de 12 bolsas de projeto com a universidade para a implementação e territorialização de investigação produzida”, descreveu.

Outro “ponto alto” da estratégia do município em termos de mobilidade é a “passagem a caráter definitivo” do projeto-piloto “School Buss”, feito na SEM de 2017, que consistiu na criação de uma rede de autocarros para transporte escolar.

“Depois de uma experiência piloto bem-sucedida, que ao final de duas semanas retirou do centro urbano cerca de 100 automóveis em hora de ponta, vamos implementar o ‘School Bus’ de forma permanente, sendo que será alargada a área de influência a oito escolas, nomeadamente escolas situadas no centro da cidade”, disse.

Para o autarca, “a questão da mobilidade escolar é fundamental para o descongestionamento do centro urbano e por isso esta é uma forte aposta ao nível da mobilidade e que já tem até professores interessados em poderem usufruir destes autocarros”.

A SEM 2018, que arranca na próxima segunda-feira, contará ainda com a apresentação de seis novos autocarros elétricos dos Transportes Urbanos de Braga, “dentro da política de renovação da frota de veículos mais amigos do ambiente e que vai trazer, ao longo dos próximos três anos, cerca de 30 autocarros elétricos ou a gás comprimido”.

Com estas medidas, “e muitas outras” como a aposta no transporte ciclável, a câmara quer “conseguir o objetivo de acalmia de tráfego, diminuir a poluição visual decorrente do excesso de estacionamento ou introduzir novos conceitos de design urbano”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação