Braga Destaque

Braga. Junta de São Victor recebe debate sobre nova lei dos animais

Albergue de Animais em Figueiró dos Vinhos
Redação
Escrito por Redação

A associação Abandoned Pets vai assinar protocolo com a Câmara Municipal de Braga para iniciar o CED- Captura-Esterilização-Devolução, e este domingo, 16 de setembro, marcará presença num debate sobre a nova lei dos animais, esta tarde, no Auditório da Junta de S. Victor para explicar a lei 27/2016 em vigor a 23 de setembro.

A associação junta-se a uma tarde de debates, sobre a nova lei que proíbe o abate por motivos de sobrelotação com o objetivo de esclarecer os presentes e também explicar a sua ação no terreno, como frisa a presidente Eduarda Palmeira: “Estamos felizes por a Câmara de Braga estar a receber bem a lei e nesta temática a nossa cidade será em breve um exemplo, a par de outras que igualmente cumprem todos os artigos da lei 27/2016 e da portaria 146/2017. Como associação, sentimos que estão a ser fornecidos os apoios, tanto da AGERE como da Veterinária Municipal para ajudar as nossas ações no terreno, aliás, é de referir e parabenizar o término dos abates antes da saída da lei, uma luta que estivemos envolvidos há uns anos. Mais recentemente, salientamos como positivo a AGERE suportar a esterilização dos animais que saem do CROB, uma medida essencial para controle dos animais em paralelo com pagamento dos cuidados médico veterinários dos animais disponíveis para adoção, porque, assim centramos a nossa ação no relevante: arranjar famílias responsáveis para os animais e fazer campanhas de sensibilização, como estes debates e junto das escolas.”

O CED, no entanto, demorou mais tempo, segundo Eduarda Palmeira a consequência negativa foi o aumento dos gatos de rua: “ Por nós o processo já tinha avançado, mas temos consciência que é um investimento e há burocracias a cumprir, mas estamos confiantes que até final de setembro Braga terá CED e esperamos ansiosos a Casa dos Gatos, somos parceiros da associação Movido a 4 Patas de Sintra, a criadora do projeto e este é um sucesso, os gatos assilvestrados ficam dóceis, passíveis de arranjar uma família, face à proximidade que criam com os humanos nestes abrigos, que além de educativos protegem os animais do frio, chuva, do ataque de outros animais e mesmo da maldade humana, é um projeto vencedor para todos”

Os debates de 16 de setembro, acontecem na junta de S. Victor, entre as 15h e as 18h, os temas são: o CED para gatos de rua, o projeto Casa dos Gatos, e temas não contemplados na lei, mas que a associação acha relevante discutir, como o cão comunitário e a permissão dos cidadãos alimentarem animais de rua, como sintetizam: “ A lei ser cumprida em Braga é positivo, mas como associação trabalhamos no terreno e gostávamos que Braga fosse a melhor cidade em politicas públicas de proteção de animal do país”, para terminar, Eduarda Palmeira, convida os ativistas que ajudam animais de rua para irem ao debate e se juntarem à associação através do voluntariado: “Não é só investimento do executivo para a lei funcionar o trabalho de equipa convoca todos os que gostam de animais e juntos sim, podemos mudar, para melhor a vida deles.”

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação