Destaque Vila Verde

GNR de Vila Verde atenta nas romarias do Alívio e não se registou qualquer furto

Peregrinação Alívio (c) Luís Ribeiro / Semanário V
Fernando André Silva

Foi um ano atípico para os habituais carteiristas que acorrem às romarias da Senhora do Alívio, em Soutelo, para pequenos furtos a populares e estabelecimentos comerciais.

Este ano, nos dois fins de semana de peregrinações àquele santuário situado às portas do concelho de Vila Verde, não houve qualquer queixa de furto junto da GNR de Vila Verde, ao contrário do que aconteceu nos últimos anos com vários carteiristas em ação por entre os romeiros.

Também no ano anterior houve registo de um furto dentro de uma casa de banho de um restaurante, sendo o pai do proprietário o visado.

Fonte da GNR de Vila Verde disse ao V que este ano foram empenhadas várias patrulhas com militares que asseguraram a tranquilidade da população, especialmente dos romeiros que são “presa fácil” por entre a multidão.

A ação de segurança da GNR contou inclusive com a presença do comandante de posto, que fez questão de estar presencialmente numa das festas onde o furto já estava a virar tradição.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista