Braga Destaque

Braga investe 3 milhões em autocarros elétricos

Apresentação TUB (c) Mariana Gomes / Semanário V
Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Como forma de se adaptar à transformação dos esquemas de mobilidade, os TUB – Transportes Urbanos de Braga apresentaram os primeiros seis autocarros elétricos da sua frota, movidos 100% a eletricidade, numa cerimónia no âmbito da Semana Europeia da Mobilidade.

As novas viaturas elétricas são um projeto co-financiado por fundos da União europeia, num investimento total de cerca de três milhões de euros. Trata-se de autocarros com potência de 160 kW, que garante as velocidades de subida necessárias em Braga, baterias com capacidade de 150 kWh, ar condicionado, travagem regenerativa e estrutura em alumínio, que permite manter a lotação das viaturas, garantindo a segurança e a longevidade. Além disso, a poluição evitada por ano corresponde a cerca de 254 toneladas de CO2 equivalente.

O evento contou com a presença do Presidente da Câmara de Braga, Ricardo Rio, na manhã de terça-feira, 18, que recorda que “Braga tem uma empresa de transportes de topo que estabeleceu parcerias com empresas de renome nacional e internacional e que resultam em projetos que marcam a diferença na inovação para a área dos transportes urbanos”.

Serão introduzidos nas linhas que ligam a Estação da CP à Universidade do Minho e a Estação da CP ao hospital. Ricardo Rio admite o desejo de expandir o território de atuação, mas adianta que ainda estão “a trabalhar com uma lógica experimental desta tecnologia e temos de ter segurança da fiabilidade do serviço. Não nos podemos expandir à atuação de autocarros elétricos para uma zona mais alargada do ponto de vista territorial”.

O autarca adianta que o objetivo passa por aumentar o número de passageiros e a ligação à comunidade. “Os bracarenses têm confiado nos TUB e para o futuro temos o objetivo de alcançar os 20 milhões de passageiros por ano”, referiu Ricardo Rio, acrescentando que “às melhorias dos serviços, os TUB juntam agora as melhorias na frota com a aquisição de seis novas viaturas elétricas que assinalam um passo importante na promoção da mobilidade urbana sustentável do concelho”.

“As assimetrias que se vivem no nosso país ao nível dos apoios aos transportes públicos não são uma questão de hoje, não é da responsabilidade deste governo. De há décadas a esta parte que há uma descriminação das áreas metropolitanas relativamente ao resto do território”, concluiu o Presidente da Câmara.

O secretário de Estado adjunto e do Ambiente, José Mendes, que esteve, também, presente na cerimónia de apresentação dos novos autocarros elétricos, recorda que “o Estado apoiou praticamente metade do investimento, 47%”.

Os autocarros vão ser testados esta semana, de forma experimental para os munícipes terem a oportunidade de usufruir dos novos veículos, e estarão, ainda, disponíveis circuitos gratuitos nos próximos dias, que vão partir da Avenida Central às 10 horas, 11 horas e 14 e 15 horas, de forma a permitir aos cidadãos “partilhar esta experiência e começar a conhecer estes veículos”.

Os TUB contam com uma frota de 142 autocarros que circulam em 74 linhas e 1.830 paragens. Atualmente, transportam cerca de 50 mil passageiros por dia, num concelho com mais de 181 mil habitantes.

A empresa com idade média dos seus autocarros a rondar os 18 anos, vai concorrer ao programa POSEUR, com o objetivo de renovar um terço da frota, que corresponde a cerca de 30 autocarros.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista