Destaque Região

Floresta. ATAHCA prepara jornada de três dias para falar de carvalhos

Redação
Escrito por Redação

As IV Jornadas técnicas sobre os Carvalhos, agora com realização bienal nos anos pares, cargo da ATAHCA, dão continuidade a um projeto iniciado em 2013 como corolário do objetivo partilhado por várias entidades de promoverem uma floresta portuguesa saudável e rica para aqueles que nela vivem e dela dependem, bem como proporcionar espaços lúdicos e de ócio aos visitantes.

Com a duração gratuita de 3 dias, entre 28 e 30 de outubro, estas jornadas decorrem no Campo do Gerês, Terras de Bouro, em pleno coração do Minho e do único Parque Nacional, o da Peneda-Gerês, onde se encontra a Mata de Albergaria de uma riqueza natural única.

Os participantes, oradores, convidados e escolas são recebidos nos Museus de Vilarinho das Furnas e da Geira, para partilharem a sua experiência e conhecimento através de apresentações, debates, provas gastronómicas e momentos didáticos.

Como a floresta não se vive em sala, são programadas saídas à floresta para conhecer o espaço mas também para darem o seu contributo ao legado deste património coletivo, através de ações de plantação e colheita de sementes.

Se na floresta se geram uma multiplicidade de valores económicos, sociais e ambientais, o que se quer com estas jornadas é que cada um experiencie isso mesmo.

Para as IV Jornadas Técnicas sobre os Carvalhos a ATAHCA elegeu “Educar para a Floresta Autóctone” como tema principal, em três abordagens: a) Educar para o futuro; b) Educar para amanhã e c) Educar para beneficiar.

“De facto, existe a necessidade urgente de repensar sobre a nossa forma de agir e incutir em todos nós, nomeadamente nos mais novos, uma consciência crítica sobre a problemática ambiental”, diz a associação em comunicado.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação