Braga Cultura

Mestre guitarrista argentino vem a Braga no Dia Mundial da Música

Redação
Escrito por Redação

O guitarrista argentino Eduardo Isaac estará em Braga entre 28 de setembro a 1 de outubro, no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Música, num evento promovido pela Câmara Municipal de Braga e organizado pela Academia KLAV.

Litó Godinho, director artístico e pedagógico deste evento, salienta que a vinda do mestre argentino se reveste de grande importância para a cultura artística da região, tendo em conta a sua experiência internacional como pedagogo e concertista.

“Será uma excelente oportunidade para os auspiciosos jovens guitarristas aprofundarem os seus conhecimentos musicais e guitarrísticos e para os bracarenses assistirem a um recital de nível mundial que se prevê inolvidável e promete encher o Auditório Vita”, destacou.

Aquele conceituado guitarrista clássico é apelidado pelo jornal Público como “uma das grandes personalidades mundiais da guitarra” e o Loyolan de Los Angeles, Estados Unidos rende-se ao “Som do génio”.

O mestre Eduardo Isaac dirige uma classe magistral nos dias 28, 29 e 30 de Setembro, no Conservatório de Música Calouste Gulbenkian de Braga, para alunos do curso secundário e superior e para professores que queiram desenvolver os seus conhecimentos musicais, que nesta altura se encontra repleto.

No dia 1 de Outubro, às 21h30, atua em recital no Auditório Vita, onde interpretará na primeira parte obras de autores Italianos e espanhóis e na segunda parte obras de autores brasileiros e argentinos. A entrada é livre sujeita a bilhete/convite que pode ser levantado no posto do turismo de Braga, Academia KLAV ou no Espaço Vita, até lotação completa da sala.

Isaac foi premiado em Concursos Internacionais de relevância mundial, entre eles “Infanta Cristina ” em Madrid, ” Andrés Segóvia ” em Palma de Mallorca e ” Rainha Fabiola “, Bélgica. Em 1990 começou a gravar pela editora GHA Records (Bruxelas) uma série de discos de grande importância para o repertório guitarrístico do século XX.

Fez inúmeras viagens para mostrar a sua arte pela América, Europa e Ásia, em concertos nas cidades e auditórios mais importantes do mundo. Como solista foi convidado por diversas orquestras sob direção de maestros renomados.

É professor catedrático na Argentina, na Universidad Nacional del Litoral, Universidad Autónoma de Entre Ríos e no Espacio de Música Latinoamericana do Conservatorio “Luis Gianneo” de Mar del Plata.

Recebeu o prémio Konex de Música Clássica em Buenos Aires, Argentina.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação