Braga Desporto Destaque

Futebol. Ministério Público investiga “saco azul” do Braga

(c) Mariana Gomes / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

O Ministério Público terá aberto um inquérito-crime contra a Sporting Clube de Braga, SAD, por suspeitas de fraude financeira relacionadas com um casal de “bruxos” que acompanharia o clube. Comissões e faturas falsas estão também sobre investigação.

Segundo avança este domingo o Jornal de Notícias, a SAD está a ser investigada por passar faturas de serviços que nunca foram prestados, no caso de massagens a um casal que o MP diz serem “bruxos” e que acompanhavam a equipa nas deslocações. Segundo o JN, o casal de bruxos recebeu 200 mil euros do clube.

O mesmo jornal dá ainda conta de um alegado pagamento a um guarda-redes [Cássio] para compensar um alegado favor à SAD. O MP fala ainda em viagens pagas a pessoas externas ao clube, como é o caso de políticos.

No total, segundo a investigação, o “saco azul” do Braga ronda os 2.5 milhões de euros. Já a SAD diz estar a ser vítima de um ex-diretor geral do clube, que terá feito a denúncia que motivou a investigação.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação