Braga Destaque

Passaram por Braga mais de um milhão de turistas entre 2013 e 2018

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Até agosto de 2013 o Posto de Turismo de Braga recebeu 141 mil visitantes. Até agosto deste ano o número aumentou para 275 mil turistas que passaram pela cidade, tendo duplicado o número de visitantes.

De acordo com os dados lançados até agosto de 2018, cerca de 76% dos turistas que entram no Posto de Turismo são, maioritariamente, espanhóis, portugueses e franceses, à semelhança dos anos anteriores. Em dados totais, agosto de 2017 recebeu 325 mil visitantes. “Com esta evolução, comparando agosto de 2017 e agosto de 2018, houve um crescimento de mais de 10 mil pessoas, um crescimento de mais de 5%”, referiu o vereador do Município de Braga, Altino Bessa, durante evento de apresentação dos dados do turismo em Braga, no âmbito da comemoração do dia Mundial do Turismo.

Até ao final de 2018, o Posto de Turismo espera chegar aos 350 mil visitantes, um número que “reflete a forte aposta do Executivo Municipal na área do Turismo e que afirma Braga como destino turístico de excelência”, adiantou Altino Bessa.

A procura turística em Braga tem sofrido um crescimento significativo nos últimos anos, sendo que “se contabilizarmos o número de visitantes entre 2013 e 2018 chegamos a 1 milhão e 500 mil turistas a entrar neste equipamento municipal”.

Este crescimento turístico, segundo indicadores, levou à criação de novas unidades de alojamento local. Apenas este ano foram pedidas 121 licenças para alojamento local. “Em 2010 tínhamos 1 alojamento local, em 2013 tínhamos 4 alojamentos locais e em 2018 temos 278 alojamentos locais”, segundo dados lançados por Altino Bessa, adiantando que “com este total de 278 alojamentos locais, temos uma capacidade de cerca de 813 quartos com a possibilidade de acolher 1774 turistas”.

Ainda de acordo com dados apresentados, cerca de 34% dos turistas são franceses, 28% de espanhóis, 23% portugueses, 9% alemães, 2% ingleses e 4% brasileiros. Estes dados resultaram de um inquérito de satisfação do destino de Braga.

Em 2016, na Semana Santa, entraram quase 26 mil pessoas em Braga. Em 2017 a cidade recebeu 33 mil visitantes e em 2018, também na Semana Santa, 41 mil pessoas. “Percebe-se a tendência de crescimento e o impacto que tem na hotelaria, na restauração e bebidas e na riqueza que gera e no emprego que gera”.

Dados do Instituto Nacional de Estatística (INE), relativamente aos proveitos de hotelaria, revelam que em 2014 a receita foi de 13 milhões de euros, em 2015 14 milhões, em 2016 18 milhões e a previsão para 2017 aponta para os 22 milhões de euros.

As taxas médias de ocupação também têm sofrido um crescimento significativo, sendo que em 2014 a taxa média de ocupação cifrava-se nos 24% e, em 2017 aumentou para os 50%. O número de hóspedes aumentou de 225 mil em 2014 para 320mil e 2017.

Conquistar novos mercados é a aposta da cidade, que tem a ambição e um programa “muito vasto” com vista na participação em feiras de turismo em 2019. Serão necessários, para participar “com uma presença digna em todos os eventos” de promoção da cidade, cera de 100 mil euros. “Queremos manter a forte aposta nas feiras de turismo e, para 2019, alocamos cerca de 100 mil euros que nos garante uma presença digna nestes eventos. Em Portugal vamos estar presentes em três grandes eventos, seis em Espanha, dois em França, um na Irlanda e outro na Polónia”, afirmou Altino Bessa, acrescentando que já no próximo mês, de 19 a 21 de outubro, o Município de Braga vai marcar presença pela primeira vez em Varsóvia, “uma feira de turismo muito direcionada para o turismo religioso”.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista