Braga Destaque

Trotinetes elétricas podem ser o próximo transporte alternativo em Braga

Redação
Escrito por Redação

São perto de 400 trotinetes elétricas em sistema partilhado que vão ficar disponíveis na cidade de Lisboa a breve prazo. Braga pode ser já o próximo destino da empresa que está a comercializar este meio de transporte aplicado à urbanidade.

Os veículos pertencem à empresa norte-americana Lime que estabeleceu recentemente um acordo com a Câmara de Lisboa para criar 90 pontos de aluguer na capital do país. Segundo o diretor-geral, Marco Pau, há interesse em trazer para Braga esta nova forma de “melhorar a mobilidade dos cidadãos”.

O diretor aponta que, após o lançamento em Lisboa, ainda sem data defenida, a empresa vai encetar contactos com as autarquias de Braga, Porto, Aveiro e Sintra, concelhos onde o turismo e a mobilidade se têm vindo a desenvolver com bastante força no último ano.

Este modelo já está implementado em grandes capitais europeias como Paris, Madrid e Berlim e incide sobre uma área geográfica definida. O utilizador pode “apanhar” uma trotinete em qualquer um dos pontos de recolha. A viagem custa 15 cêntimos por minuto e o aluguer da trotinete custa um euro.

“Decidimos entrar no mercado em Portugal, primeiro em Lisboa. Gostamos de fazer as coisas de um modo sustentável, não queremos sobrecarregar a cidade com demasiadas trotinetes”, disse o diretor-geral da Lime à agência de notícias portuguesa Lusa.

Marco Pau avança ainda que, em Lisboa, vão ser contratadas 100 pessoas para recolher e recarregar as trotinetes a troco de pagamento por parte da empresa.

Este sábado, estas trotinetes vão ser promovidas em Lisboa, com apoio da Câmara local.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação