Destaque Vila Verde

Comissão Nacional de Eleições arquiva processo de denúncia anónima contra o V

"Print-screen" enviado juntamente com a denúncia ao CNE

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) fez saber hoje, em e-mail enviado à nossa redação, que deliberou arquivar o processo existente contra o Semanário V, originário de uma denúncia anónima, de alegadamente ter publicado uma notícia a 30 de setembro de 2017, véspera de eleições autárquicas,  sobre a campanha do Partido Socialista de Vila Verde.

Em causa está, segundo o CNE,  “a publicação de uma notícia no Semanário V, sob o título Autárquicas. PS de Vila Verde encerrou campanha e respondeu ao ‘ódio dos adversários’, e que noticia, justamente, o fecho de campanha do PS de Vila Verde, reproduzindo algumas declarações do candidato do PS à Câmara Municipal de Vila Verde, acompanhada de fotografias de ações de campanha da referida candidatura.”

Ora o CNE diz que “consultada a mesma notícia no sítio da Internet do “Semanário V”, constata-se que a publicação é datada de 29 de setembro de 2017, às 23h17m”, dois dias antes das eleições. Adianta ainda que “face ao exposto, verifica-se que a factualidade apurada não se subsume na norma que proíbe a realização de propaganda na véspera da eleição, pelo que se delibera o arquivamento do processo.

Nota do diretor: congratulo-me uma vez mais em verificar que as instituições encarregues de zelar pelos valor de Abril isolam-se do poder e da pressão política, e deliberam com a isenção e profissionalismo que os cidadãos o exigem. Ganha a liberdade de imprensa. Ganha a liberdade de expressão.

Comentários

Acerca do autor

Paulo Moreira Mesquita

Paulo Moreira Mesquita

Diretor Semanário V