Amares Destaque Vila Verde

Vereadores de Vila Verde saem durante discurso de João Luís Nogueira

Gala 25 anos EPATV (c) Luís Ribeiro / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

O abandono da sala por parte de alguns elementos afetos ao PSD de Vila Verde causou algum “burburinho”, ontem, na Quinta da Levada, durante o jantar de comemoração dos 25 anos da Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV).

A situação aconteceu já no final da sobremesa, quando o presidente do grupo ATV, João Luís Nogueira, iniciou um discurso a referir que “alguns presidentes de câmara não puderam estar cá”, agradecendo a presença do presidente da Câmara de Terras de Bouro.

Após esse momento, e quando JLN agradecia a outras entidades presentes no jantar, os vereadores Patrício Araújo e Manuel Lopes, acompanhados do presidente da Junta de Vila Verde e Barbudo, José Faria, e do chefe de gabinete de António Vilela, Paulo Rocha, levantaram-se e saíram da sala, ainda composta, o que motivou alguns olhares “indiscretos” e comentários em surdina durante o discurso do gestor daquele estabelecimento de ensino.

Ao Semanário V, fonte da EPATV indicou que “foi de mau tom”, mas que “não tem qualquer problema”. “Eles lá sabem porque é que se levantaram. Da nossa parte fizemos os agradecimentos a quem lá estava e se o presidente da Câmara de Vila Verde não pode vir ao jantar, terá os seus motivos. Não levámos a mal”, garantiu a mesma fonte da direção daquela escola ao Semanário V.

Já fonte da Câmara de Vila Verde apontou ao V que “não há polémica nenhuma”. “Os vereadores e restante mesa vieram embora porque já passava da meia-noite e todos tínhamos compromissos esta manhã bem cedo”, disse fonte camarária que esteve presente no jantar.

“Não façam filmes onde não existem. Não houve nenhum mau-estar e o jantar esteve cinco estrelas, como é habitual na organização daquela escola. Quando fomos embora também houve outras pessoas que saíram na mesma altura”, vincou a mesma fonte.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação