Destaque Vila Verde

Vila Verde. Carrinhos de rolamentos trazem meia centena até Lanhas

Redação
Escrito por Redação

Foram cinquenta e dois os participantes que não deixaram escapar a oportunidade de viver uma experiência de velocidade e adrenalina nas ruas de Lanhas. A aventura da VII Corrida com Carrinhos de Rodas e Rolamentos decorreu no passado domingo, dia 30 de setembro, com a presença de pilotos de diferentes idades a comandar veículos dos mais diversos estilos. Além de uma adesão significativa por parte dos participantes portugueses, a iniciativa desportiva recebeu uma vez mais a afluência dos vizinhos espanhóis que demonstraram, desde do início, um espírito de grande envolvimento e diversão. “Uma competição saudável” é a expressão que o presidente da Junta de Lanhas, Bruno Eiras, usa para resumir a atividade. O evento foi distribuído por três mangas, correspondentes a três descidas e cronometrada pela Federação de Desportos de Inércia da Galiza.

Pela pista passaram carros para todos os gostos e feitios. Tal como tem acontecido nos últimos anos, a presença de carros mais originais de toque mais profissional foi uma grande aposta dos participantes. No entanto, ainda foram muitos que não abandonaram a ideia tradicional. A imaginação e a criatividade foram apreciadas pelos espectadores com críticas muito positivas. A cada passo, a plateia reagia alegremente não só à personalização dos veículos, mas também às velocidades fascinantes que cada piloto atingia. Um aspeto interessante sobre a iniciativa é que, apesar de ser uma prova com contagem de tempo, é também um momento de pura brincadeira que faz reavivar a memória dos tempos de criança quer dos participantes quer do público.

Vila Verde, Maia, Trofa, Galiza… Veio gente de todo o lado!

O presidente da Junta de Lanhas chegou ao fim com um balanço bastante positivo da VII Corrida com Carinhos de Rodas e Rolamentos. “Não há duvidas que teve bastante adesão, tanto a nível de pilotos como a nível de público. Foi uma competição saudável porque a ideia, acima de tudo, é criar uma tarde divertida, onde as pessoas sintam bem”, afirma Bruno Eiras. O objetivo de conquistar a atenção das pessoas também foi cumprido e, nesse sentido, o autarca refere que “estiveram aqui pessoas dos mais variados sítios. Trofa, Santo Tirso, Maia, Gondomar e muito mais. E claro que isso só é bom, é uma excelente maneira de divulgarmos a nossa terra e o próprio concelho”. Acrescenta também a importância da participação dos atletas que chegam da Galiza, contando o feedback que recebe dos pilotos espanhóis. “Sentem-se muito bem-recebidos, e eles até podiam abdicar da prova, mas vêm na mesma porque gostam na nossa hospitalidade, do nosso espírito de diversão”, revela Bruno Eiras. No momento final da conversa, o autarca frisa que é uma atividade com poucos custos e que a vontade da organização é fazer mais: “É uma iniciativa sem grandes despesas, que gera movimento e promove o comércio local. É realmente interessante e a nossa intenção é continuar”.

No final, as melhores classificações receberam o reconhecimento com lembranças simbólicas feitas pela dona Rosa, uma artista da freguesia. Este ano, os prémios apresentados foram peças feitas à mão com a imagem de um rolamento. Já os restantes participantes levaram para casa uma recordação que representa uma banheira com um piloto dentro. Houve também o prémio coragem para os menores de 16 anos. Já pela hora do jantar foram mais de uma centena que se juntaram para fechar o dia em grande. Integrada na programação da Rota das Colheitas, a iniciativa VII Corrida com Carrinhos de Rodas e Rolamentos tem vindo a crescer significativamente com a organização da Junta de Freguesia de Lanhas.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação