Braga

INL de Braga vai premiar projetos que desenvolvem economia ibérica

Redação
Escrito por Redação

INL vai premiar os projetos que mais contribuem para o desenvolvimento económico ibérico

Braga, 08 de outubro de 2018 – O Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia (INL) vai realizar no próximo dia 17 de outubro a conferência Mission 10.000 que irá trazer a Braga investigadores na área da nanotecnologia de Portugal e Espanha, bem como especialistas europeus na área da inovação. O objetivo é dar a conhecer algumas das mais inovadoras soluções que têm vindo a ser implementadas nos dois países, na área da bioeconomia. Os melhores projetos serão premiados.

A conferência Mission 10.000, que se realizará no Forum Braga entre as 9h00 e as 19h00, contará com a presença de Ana Teresa Lehmann, Secretária de Estado da Indústria, de Lars Montelius, diretor geral do INL; Jesús Alonso, secretário geral da Ciência; Tecnologia e Investigação do Governo da Extremadura; Soumodip Sakar, presidente do Parque do Alentejo de Ciência e Tecnologia; entre outras personalidades.

Inserida no âmbito do INL Summit – o maior evento nacional dedicado à nanotecnologia – a Conferência Mission 10.000 é o resultado dos esforços que o INL tem implementado para levar a nanotecnologia e a inovação às empresas, mas também às autarquias, comunidades intermunicipais ou áreas metropolitanas das regiões transfronteiriças entre Portugal e Espanha – num projeto designado por nanoGateway.

“Pela primeira vez vamos reunir em Braga investigadores de Portugal e Espanha, empresas de ambos os países, representantes das oito regiões transfronteiriças (Norte, Centro, Algarve, Alentejo, Andaluzia, Castela e Leão, Extremadura e Galiza) e especialistas europeus em inovação, com objetivo de construir uma forte bioeconomia com base na ciência e na inovação”, explica Sonia Pazos, responsável do INL pelo projeto nanoGateway. E adianta: “Este é um evento único e pioneiro que tem como objetivo alinhar e coordenar os interesses de todos os ‘stakeholders’ das regiões transfronteiriças”.

Para o INL a realização desta conferência vem confirmar o papel de liderança que a instituição protagoniza na disseminação da nanotecnologia e da inovação na Península Ibérica. “Trabalhar em rede, e numa dimensão supra-regional, é absolutamente crucial para que a nanotecnologia e a inovação tenham um maior impacto na economia e na sociedade. Há importantes desafios, como a bioeconomia, que transcendem as fronteiras regionais e nacionais e que só podem ser abordados a partir de uma perspetiva pluri-regional”, assegura Sonia Pazos.

Este evento acontece no momento em que o INL comemora o seu 10º ano de existência. Na sua década de atividade, o INL tem registado um crescimento constante, não só no número de projetos próprios e em colaboração com parceiros científicos e da Indústria, mas também em recursos humanos altamente especializados. O INL tem hoje cerca de 270 colaboradores, na maioria investigadores, de 32 nacionalidades, tendo nascido do acordo entre Portugal e Espanha para a criação de um projeto comum, com vocação internacional, ligado à investigação científica na área da nanotecnologia, sendo o único no mundo com este estatuto.

Apesar de ser um evento com génese científica, a conferência Mission 10.000 é aberta e dirigida a toda a sociedade civil. Todos os cidadãos – desde investigadores, empresários, responsáveis políticos, até aos estudantes – estão convidados a participar. Nesse sentido, o programa da conferência prevê que sejam realizadas ao longo do dia, além das palestras científicas, sessões transversais nas quais serão apresentados casos de sucesso de empresas, o contexto institucional de apoios e oportunidades de financiamento da investigação e da inovação.

A conferência quer também promover o ‘networking’ entre a comunidade científica e as empresas e a opinião pública através da criação de vários momentos de interação e uma ferramenta que facilitará o pré-agendamento de reuniões dos participantes com interesses comuns. Haverá também um espaço de exposição gratuito onde os profissionais e académicos poderão apresentar as suas ideias.

No final da conferência, o INL vai atribuir prémios aos projetos de aplicação de tecnologia em empresas que mais têm contribuído para o desenvolvimento económico das regiões transfronteiriças.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação