Vila Verde

Bombeiros espanhóis, franceses, ingleses e alemães também subiram Bom Jesus

Bombeiro Elite 2018 (c) Mariana Gomes / Semanário V
Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

475 bombeiros subiram hoje os 566 degraus do escadório do Bom Jesus, para a segunda edição da prova “Bombeiro de Elite”, que se realizou esta manhã num espaço candidato a património Mundial da Unesco, o Bom Jesus do Monte, em Braga.

Os bombeiros vindos de todo o país e até de outros países da Europa puseram à prova a sua condição física ao subir os 566 degraus dos escadórios do Bom Jesus no menor tempo possível. A prova durou cerca de 4 horas e os atletas partiram individualmente com intervalo de meio minuto, para não criar confusões.

O evento desportivo que desafia os bombeiros a ultrapassar os seus limites, tem uma distância total de 615 metros, com um desnível positivo de 116 metros. A prova de velocidade e resistência consiste em subir o escadório do Bom Jesus em tempo recorde e com o equipamento completo de proteção individual de bombeiro no corpo (Casaco de fogo, botas, calças, cogula, luvas, capacete e Aparelho Respiratório circuito aberto “ARICA”), que pesa entre 20 a 26 Kg.

Este ano, na sua segunda edição, a prova contou com uma participação recorde de estrangeiros, oriundos de sete nacionalidades, entre elas estão presentes, além de portugueses, espanhóis, ingleses, franceses, alemães, cabo-verdianos, eslovenos e polacos.

Registou-se, também, um número recorde de inscrições que ascende os 475 bombeiros inscritos, de 106 corporações nacionais e internacionais. Entre os participantes, 52 são mulheres. Promover o convívio entre os participantes foi outro dos grandes objetivos do evento que já é referência a nível europeu.

A prova decorreu com sete escalões etários para cada um dos géneros, de forma a tornar a classificação mais justa, que contou com atletas com idades a rondar os 62 anos.

Esta é a primeira prova realizada em Portugal que tem como pano de fundo um monumento português e um símbolo nacional. Este evento desportivo é uma iniciativa da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais (ANBP), que resultou de um desafio lançado por Ricardo Fernandes, bombeiro da Companhia de Sapadores de Braga e dirigente da Associação Nacional de Bombeiros Profissionais, ao Município o ano passado, e é realizado com o apoio da Câmara de Braga.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista