Braga Destaque

Explosão de gás foi afinal descarga em fio elétrico num colégio de Braga

Fernando André Silva

A alegada fuga de gás que assustou vários moradores de um prédio situado na Rua Moura Coutinho, em Maximinos, junto à linha de comboio, foi afinal uma explosão provocada por uma descarga num fio elétrico, apurou o Semanário V. Os Bombeiros Sapadores de Braga foram alertados para duas ocorrências naquela rua, em simultâneo, estando as duas interligadas.

Num colégio situado naquela rua, funcionários procediam à poda de árvores no parque de estacionamento quando uma árvore terá caído sobre fios elétricos junto à linha de comboio, o que provocou uma explosão brilhante que alertou moradores dos prédios envolventes e alunos do colégio, sem, no entanto, perceberem onde teria ocorrido a mesma.

Num prédio ao lado do colégio, alguns moradores viram o reflexo da explosão e pensaram ser os canos de gás daquela infraestrutura, alertando os bombeiros. No local, os mesmos utilizaram a autoescada para verificar que não existia qualquer fuga de gás no prédio.

Nos dois locais estiveram duas equipas dos Bombeiros Sapadores com autoescada para verificar a fuga de gás e com uma viatura pesada, no caso da árvore que derrubou os fios elétricos. Também um piquete da REFER se deslocou ao local para reparar a avaria elétrica.

A PSP de Braga também esteve no local e tomou conta da ocorrência, registando ainda uma colisão entre duas viaturas, na mesma rua, à mesma hora, mas que não provocou feridos.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista