Vila Verde

Oriz S. Miguel revive a tradição com desfolhada, malhada e broa de milho

Redação
Escrito por Redação

Aproxima-se o fim do terceiro mês da Rota das Colheitas, mas não é por isso que o ritmo dinâmico e festivo acalma no concelho de Vila Verde. Agora, é a vez de Oriz S. Miguel provar que a força das tradições está bem viva na freguesia com a demonstração da desfolhada e malhada de milho, juntamente com o Festival da Broa de Milho. A edição deste ano está marcada para o dia 20 de outubro (sábado) com início previsto para mais cedo que noutros anos, às 14h15m, na Escola Primária de Oriz S. Miguel. A programação cultural segue a linha dos anos anteriores, em que as atividades agendadas assentam na transmissão robusta dos hábitos e costumes do mundo rural. Do corte à malhada de milho, passando pelas danças e cantares da música popular portuguesa e por uma mesa de merenda farta… As iniciativas estão abertas a toda a população e prometem proporcionar aos participantes uma tarde única, recheada de momentos de boa disposição e convívio.

Não há dúvidas, todas as atenções estão viradas para o cultivo do milho durante a tarde do próximo sábado. Com ou sem vestimentas de outrora, são muitos homens, mulheres e, até mesmo, crianças que se juntam para arregaçar as mangas e demonstrar coma força dos braços que a tradição está bem viva. Tudo começa com o trabalho árduo de cortar das canas que são, posteriormente, levadas para uma eira improvisada. Primeiro passo dado e já com o suor a dar sinais de esforço e sacrifício, os participantes caminham alguns metros para o recinto onde se vai concretizar a desfolhada propriamente dita. Amarelas e bem rijas, as espigas saem do ‘casulo’ para entrar nos cestos e as canas verdejantes são colocadas a monte para depois servirem de alimento do gado durante o inverno ou, então, para fazer moreiras a fim de se tornarem úteis para estrume. É, assim, feita uma demonstração da recriação agrícola ancestral tal e qual como se realizava antigamente, acompanhada com os sons pujantes das concertinas e as cantigas típicas da região do Minho. Segue-se a poderosa e popular malhada. Uma atividade que, desde sempre atraiu a atenção de todos, pela intensidade e entusiasmo que se vive. Portanto, com o cereal separado da espiga, resta pegar nas crivas tradicionais para peneirar o milho e, assim, ficar limpo de impurezas.

Um festim para o paladar

Entretanto, o Festival da Broa de Milho chega ao recinto com grande ânimo. Tudo confecionado na hora e de forma totalmente caseira pelas mulheres da terra que já (quase) fazem aquilo com os olhos fechados. Por lá, toda a gente é convidada a entrar na aventura e aprender a receita antiga metendo as mãos na massa. Quentinhas sob o lume dos fornos de lenha, as broas de milho são autênticas delícias que, todos os anos, agradam os paladares das gentes que por lá passam. Essa é a iguaria com maior protagonismo, mas há mais sabores tradicionais para degustar e para confortar o estômago. Com a intenção de agradar todos os gostos e feitios, a mesa é composta por sardinhas, pataniscas, tacos de bacalhau e carne na grelha, entre outras. Além disso, inclui também o bom vinho da região e o tradicional caldo verde preparado como outrora num pote de ferro colocado diretamente sobre o lume de uma fogueira.

Iniciativa com grande adesão popular

Paulo Jorge Fernandes, da Associação Cultural Recreativa e Desportiva de Oriz, é um dos elementos organizadores do evento e recordou o sucesso das edições passadas, que granjearam de grande adesão popular. Este ano, espera que seja igual ou melhor. “A iniciativa tem corrido sempre muito bem com as pessoas a colaborar, ajudando no que for preciso e com o tempo a ser favorável. Desta vez, acredito que aconteça da mesma forma, no entanto, se for possível crescer ainda mais, mais satisfeitos ficamos!”, afirma o membro da ACRD de Oriz. O evento nasceu com a Rota das Colheitas. “É realmente uma mais valia para nós. É uma forma de atrair visitas de um maior número de pessoas graças à divulgação e promoção que o Município de Vila Verde faz”, conclui Paulo Jorge Fernandes.

A organização da Desfolhada/Malhada do Milho com Festival da Broa de Milho fica a cargo da ACRD de Oriz S. Miguel e faz parte Na Rota das Colheitas, do Município de Vila Verde. Uma diversificada programação turístico-cultural que, do primeiro fim de semana de agosto ao último de novembro, se estende em mais de trinta iniciativas com a missão de levar o nome do concelho e das respetivas freguesias mais longe e promover a cultura e tradição locais.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação