Amares Destaque

Pousada de Amares é “jóia escondida”, diz a revista Forbes

c) CM Amares
Redação
Escrito por Redação

“Tudo é enorme… e minimalista”. É este um dos apontamentos da Forbes, publicado esta quarta-feira, que dá destaque ao Mosteiro de Bouro Santa Maria, em Amares, em conjunto com outros dois locais no norte de Portugal.

Segundo a revista estadunidense, o antigo mosteiro, que atualmente funciona como pousada, destaca-se pela reconstrução do arquiteto Souto Moura, recordando que aquela obra lhe valeu um Prémio Pritzker, e pelo contraste “massivo” e “minimalista” que ostenta.

“É um resguardo mais austero”, referem comparando com outro mosteiro elogiado, em Guimarães, mas salienta a “viagem no tempo”, apelidando o espaço como um “luxo raro em 2018”.

“Tudo é enorme e minimalista. Do seu enorme pátio coberto de pedras incrustadas de líquen, aos seus vastos corredores vazios – escassamente enfeitados aqui e ali com quadros de arte moderna e esculturas. O tamanho impressionante do que é agora o cavernoso refeitório alinhado com gigantescas lareiras de pedra e pias de pedra de grandes dimensões, confunde a mente quando se percebe que aquilo era apenas usado como “cozinha” dos monges.

Situada no Largo do Terreiro, em Santa Maria do Bouro, esta pousada pertence ao grupo de hotéis Pestana, e oferece vistas panorâmicas sobre a montanha, uma convidativa piscina ao ar livre e campos de tênis. Tem 32 quartos, incluindo duas suites, cada uma com casa de banho privativa, ar condicionado / aquecimento, minibar, secador de cabelo, cofre, telefone e televisão por cabo.

Em reconhecimento à sua localização, a Pousada de Amares foi convidada a integrar o grupo exclusivo “Pequenos Hotéis de Luxo do Mundo” em janeiro de 2015.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação