Braga Destaque

Menos 90 mil copos de plástico na UMinho após acordo com vendedor de café

Fernando André Silva

Os Serviços de Ação Social da Universidade do Minho (SASUM) pretendem eliminar cerca de 90 mil copos de plástico através da substituição por copos de papel a utilizar nas máquinas de venda de café.

Segundo o responsável pela área da sustentabilidade daqueles serviços académicos, Diogo Arezes, “o processo de substituição já está a ser operacionalizado e espera-se que, até ao final do presente mês de outubro, todas as máquinas de vending de café disponibilizem, unicamente, copos de papel”.

O responsável explica que esta troca ambiental deriva de um acordo com a empresa responsável pelo abastecimento das máquinas de vending situadas nas instalações da Universidade do Minho.

Medida similar já tinha sido adotada em todas as unidades alimentares daquele serviço durante o mês de abril, ao proceder à troca dos copos de plástico por copos de vidro reutilizáveis, acabando também com o as “palhinhas”.

Segundo aquele serviço, durante o ano letivo de 2017/18, foram consumidos mais de 90 mil copos de plástico através das máquinas de venda de café, daí o cálculo no que será possível eliminar em termos de plástico durante esta época académica.

Para reduzir o impacto que o plástico tem no meio ambiente iniciou-se o desenvolvimento da sua reciclagem nos últimos anos. Mas isso ainda é insuficiente, enquanto as indústrias trabalham para melhorar os bioplásticos, ou seja, materiais de base biológica ou biodegradáveis.

Segundo um relatório recente da ONU, apenas 9% das nove biliões de toneladas de plásticos produzidos no mundo em toda a sua história foram reciclados.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista