Braga Destaque

Reportagem. “O melhor TEDxBRAGA de sempre”

Andreia Santos
Escrito por Andreia Santos

No passado sábado aconteceu em Braga mais uma Edição do TEDx. O Altice Forum foi palco do evento que existe em Portugal desde 2009 e foi verdadeiramente o “Edge” dos acontecimentos que merecem destaque na nossa cidade. Estando certa de que há um caminho anterior de conquistas para Pedro Talaia e a sua grande equipa e um futuro de superação deste percurso para todos, estou hoje convicta de que este TEDxBraga foi para guardar cá dentro…

O dia estava bonito e soube estar bonito. Quando cheguei, ainda cedo, já eram muitas as pessoas unidas pelos propósitos do mundo TED: criar ligações e discussões profundas. Desde aqui se cumpria o desígnio de uma organização independente e sem outra finalidade que não fosse a de viver plenamente “o espírito das ideias que merecem ser espalhadas.” Quando se candidatou pela primeira vez a uma licença TED, Pedro Talaia estava desempregado e viveu a realização do evento como “um porto de abrigo”. “Depois da primeira experiência senti que a cidade estava a pedir mais e daí surgiu a vontade de fazer o segundo.” agradeço-lhe que o tenha feito: pelo que foi visível e pelo que por trás da cortina aconteceu. Foram mais de 10 meses de planeamento, mais de 30 reuniões de equipa, mais de 20h de skype meetings e jantares com mentores e oradores para acertar detalhes e garantir que correria tudo bem, mais de 20 pacotes de bolachas consumidos durante os encontros de trabalho, “imensas noites sem dormir” lê-se no artigo d´ O Empreendedor Bracarense. Movidos pela “mesma quantidade de loucura e paixão por fazer acontecer”, de acordo com Rui Pinheiro, por uma amizade muito forte como me verbalizou Pedro Talaia no final do evento, os cinco “irmãos” da organização (Pedro Talaia, Rui Pinheiro, Rui Bogas, Pedro Sousa e João Pedro Silva) tornaram-se numa “família de 25” e transformaram o “sonho”em realidade…

Se à jornalista do Eco, oradora, fosse pedida uma palavra para caracterizar as pessoas criadoras deste TED, seria evidentemente “Fazedores”: “aqueles que mudam o mindset e sabem ajudar os outros”. A Sanja Kon, da Utrust, confiaria neles para realizar transações legais e rápidas, até porque estaria nas mãos dos beneficiários da gratidão. (Só o que eles são, TUDO o que ELES são…).

Desde as 9.30h da manhã até às 18h sensivelmente, a casa cheia foi saudando os oradores. “Conseguimos um bom painel e acho que isso ajudou a encher a sala”, disse Rui Bogas. Desde Mariana Barbosa até Conan Osíris ou Tiago, (dependendo do contexto filosófico), os speakers foram contando histórias com um denominador comum mais forte e sintonia com os anfitriões: as narrativas foram as que nos fizeram voltar para casa sem medo e com a memória do que somos…

Pedro Soares foi o host de serviço e fez rir a espaços quem recebeu Tim Vieira, o Shark otimista cuja experiência e preparação se fizeram notar: reconheceu as pessoas autênticas e com a ousadia de ser imperfeitas, (que até podem não saber o alfabeto, mas), que sabem que podem mudar de posição com valores definidos a partir do interior. “Don´t screw up!”. Foi inspiradora a coragem do designer Wandson Lisboa que de sorriso e olhar a brilhar nos fez entoar Amizade e levar como lema a doçura de abrir o coração. A da Cátia Monteiro, a da Susana Novais Santos, a do Bruno Osório… O Gonçalo Delgado, em casa, mostrou como o fotojornalismo é uma arma de intervenção no território para a inclusão… Foram ao todo, 16 as talks que nos levaram pelo sentimento de ser heroi e comum. Ri-me e concordei muito com o Diogo Faro, comediante, que mereceu o lugar neste TEDx pela forte humanidade que trouxe.

Contamos com a energia de 19 voluntários, tirados das 115 candidaturas recebidas e ao comando do capitão contagiante João Marques Laranjo. E com a boa vontade de inúmeros parceiros e apoios, também eles e elas reunidos pela alegria de mudar o mundo e pela subtileza da empatia… Este Tedx foi assim: profundo sem vergonha. Fez acontecer a suavidade e o orgulho da gentileza. Ao ler as redes sociais já todos estão a escrever: “o próximo será melhor”… será feito pelas e das BOAS PESSOAS… “Keep the ones who heard you when you never said a word” foi isto em piscares de olhos e gestos simples. Partiu há alguns meses de “coração cheio ”, (a expressão mais ouvida ao fim da tarde), para nos trazer a gratidão de existir para dar.

No final do meu dia de “linkedin in loco”, estava fisicamente cansada, mas descreveu quem me encontrou: “com uma onda de boa disposição e feliz”. Eu sei porquê. “Não há resultados finais sem processo”, diria Gil Sousa, eu confirmo. Com uma vénia daqui: foi o melhor TEDxBraga de sempre… até ao próximo… de certeza! OBRIGADA!

Comentários

Acerca do autor

Andreia Santos

Andreia Santos

Psicóloga Clínica e da Saúde Formadora Profissional