Braga Destaque

Comércio. “Berço de Mordomias” inaugura ‘guesthouse’ este domingo em Braga

Dé Brito vai inaugurar Berço de Mordomias Guesthouse (c) FAS / Semanário V
Fernando André Silva

O espírito empreendedor e o “sonho de uma mulher só” deu nova vida ao n.º 77 e 79 da Rua D. Diogo de Sousa [que liga diretamente à Rua do Souto], com a inauguração da ‘guesthouse’ “Berço de Mordomias”, com capacidade para cinco quartos, já marcada para este domingo.

O investimento, Dé Brito não revela. “Esse é meu. Mas o Berço de Mordomias é para todos”, começa por dizer a também proprietária de uma loja com o mesmo nome, no rés-do-chão do edifício ao lado do novo espaço.

Turistas, pessoas de negócios, ou até locais que queiram passar “uma noite, uma semana, um mês ou um ano” na zona histórica de Braga têm agora um espaço com requinte, como conta ao Semanário V a empreendedora.

“O que nos carateriza em relação a outros hosteis e alojamentos locais será a privacidade e o conforto, pois cada quarto tem uma casa de banho privativa e, muito importante, neste alojamento não entram beliches. Nunca”, vinca, apontando que “apenas a copa será partilhada por todos os que queiram”.

Dé Brito vai inaugurar Berço de Mordomias Guesthouse (c) FAS / Semanário V

A gerir há mais de sete anos o a loja de venda de artigos de roupa e joelharia “Berço de Mordomias”, Dé conta que “uma série de eventos e uma questão de sorte” fizeram com que avançasse para este novo investimento na cidade.

O proprietário do prédio decidiu colocá-lo à venda em 2017 e Dé decidiu tentar a compra. “Eu queria crescer, queria movimento em mim. Então resolvi ligar para o proprietário e fiz-lhe uma oferta que, à primeira vista, parecia não conseguir competir com outras que ele estaria a receber. Mas consegui ficar com o prédio”, conta. A escritura foi feita em janeiro de 2018 e as obras arrancaram em abril.

“Acho que este investimento é uma mais valia para o momento que estamos a viver até porque a sociedade enquadra-se cada vez mais neste tipo de alojamentos. Acho que a involvência dos negócios e do turismo está a virar os centros das cidades modernas para os alojamentos locais”. E Dé Brito terá razão. Só na mesma rua, estão já em restauro mais dois edifícios para alojamento.

“Eu sei que há concorrência mas a nossa oferta é de luxo e eu não sou uma proprietária qualquer. Vou estar aqui todos os dias. É preciso não esquecer que isto é um sonho que tenho e que quer realizar e só eu sei o que já lutei e o que já passei até chegar a este momento”, conta.

A empresária não esconde a emotividade quando questionada sobre a escolha recair em Braga e não na vila natal. “Eu não sou de Braga. Sou de Monção. De uma aldeia chamada Lapela. Estão lá as minhas raízes, os meus amigos, as minhas vivências. Eu adoro a cidade de Braga e quero evoluir aqui mas não digo que as minhas vivências estão cá. Lapela é a minha aldeia e será sempre a minha inspiração”, diz, explicando que este investimento também é motivado por querer “sucesso nos negócios” e por ser “a altura certa para esta época”.

“Há 7 anos na loja Berço de Mordomias, notei cada vez maior afluência do turismo e das pessoas de negócios na cidade. Braga tem um presidente que é um motor que alimenta e dinamiza a cidade e apela ao espírito empreendedor. E vejo cada vez mais gente a procurar Braga porque há muita atividade, e é uma cidade que está a crescer no centro e por fora. Isso levou-me também a abraçar a minha vontade. Eu queria realizar um sonho e vi Braga a crescer então tudo se juntou num só”.

A inauguração da nova Guesthouse “Berço de Mordomias” está marcada para as 16h deste domingo [28], no n.º 77 da Rua D. Diogo de Sousa, na Sé, em Braga.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista