Destaque Vila Verde

EPATV coordena projeto para Educação de Adultos

DR
Redação
Escrito por Redação

Decorreu esta semana, em Bruxelas, a primeira reunião do projeto ERASMUS + “Melhoria das Competências dos Profissionais de Educação de Adultos na Europa (UP AE-PRO)”, um projeto com a duração de dois anos e coordenado pela Escola Profissional Amar Terra Verde (EPATV).

Este projeto decorre da constatação de que muitos dos profissionais que trabalham em atividades de educação de adultos não têm a sua formação inicial nesta área, não apenas em Portugal, como em toda a Europa. Esta realidade observada pela EPATV em contextos locais e nacionais foi também notada por um conjunto de parceiros que identificaram a necessidade e interesse em aprender mais sobre os desenvolvimentos europeus na Educação de Adultos e sobre os sistemas e inovações de outros países neste setor.

Por um lado, os técnicos que trabalham nestas áreas não têm muitas oportunidades para experiências europeias ou globais, mas como sabemos o conhecimento e a cooperação entre as redes internacionais será cada vez mais importante no futuro do setor e da sociedade em geral. Por outro lado, existe também a necessidade de mais pessoas que, trabalhando neste setor, possam compreender as estratégias europeias para a Educação de Adultos, estando preparados para a implementação destas estratégias, para a reflexão e crítica sobre elas.

Isto é particularmente importante para a iniciativa Upskilling Pathways (UP), aprovada pelo Conselho Europeu em Dezembro de 2016 dentro da Nova Agenda para as Competências. A iniciativa visa combater a necessidade de competências básicas e qualificação na Europa através de 3 etapas: Avaliação de competências; Ofertas de formação à medida; e Reconhecimento Validação e das habilidades adquiridas. Os países da EU têm estado a desenvolver políticas públicas ou programas de Educação de Adultos que respondam a este desafio da EU e, nesse sentido o intercâmbio e capacitação dos educadores de adultos torna-se ainda mais relevante.

O projeto “UP-AEPRO” permitirá, assim, criar um curso em regime de b-learning em que os participantes do curso serão os profissionais deste setor, que se colocarão na posição de aprendentes numa fase inicial e, numa fase posterior, passarão a formadores entre si, já que a aprendizagem por pares à distância será igualmente incentivada. Para além dos inúmeros benefícios já apontados, o curso a desenvolver permitirá também introduzir ferramentas tecnológicas inovadoras que poderão ser, posteriormente, utilizadas com aprendentes de todas as idades, esperando-se ainda que estes profissionais fiquem mais sensíveis para as questões ligadas à literacia digital.

Através dos intercâmbios propostos pelo curso online e pela atividade de aprendizagem entre pares, os participantes também aprenderão como trabalhar com colegas de outros países, como utilizar recursos, metodologias que são utilizadas nos diferentes países do consórcio; em última análise, serão as organizações destes profissionais que mais beneficiarão deste empoderamento dos profissionais.

Para além do curso em plataforma de e-learning, os participantes terão ainda a oportunidade de, em função das necessidades identificadas nos seus países, redigir um conjunto de recomendações para a sua melhor formação contínua, o que poderá ser de extrema utilidade, quer para o reconhecimento das suas carreiras profissionais junto dos decisores políticos.

O projeto agora iniciado é financiado pela União Europeia, no âmbito do Programa ERASMUS + e conta com os seguintes parceiros, para além da EPATV: a European Association for the Education of Adults (EAEA), da Bélgica; o National Learning & Work Institute, do Reino Unido; a Finnish Lifelong Learning Foundation, da Finlândia; a Glokala Folkbildningsföreningen, da Suécia e a Nordic Network for Adult Learning, da Dinamarca, contando com a experiência diversificada de todos para a execução das atividades propostas.

Os parceiros do projeto irão agora elaborar o currículo do curso online e as inscrições para todos os interessados abrirão em fevereiro de 2019. Todos poderão participar!

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação