Braga Destaque

INL de Braga vence Prémio Bartolomeu de Gusmão

INL (c) FAS / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

O INL – Laboratório Ibérico Internacional de Nanotecnologia, sediado em Braga, foi uma das entidades premiadas pelo Governo Português com o Prémio Bartolomeu de Gusmão na sua primeira edição, durante a Cerimónia de Entrega, que aconteceu esta quinta-feira, 15 de Novembro, em Lisboa.

O Diretor-Geral do INL, Lars Montelius, agradeceu a distinção “em nome das 300 pessoas de 32 nacionalidades que trabalham no INL”.

O INL foi premiado na categoria “Inovação Tecnológica” pela sua estratégia consistente de proteção à inovação e por ser repetidamente a organização localizada em Portugal que apresenta mais pedidos de patentes todos os anos no European Patent Office.

Este Prémio foi criado pelo Ministério da Justiça e pelo INPI, Instituto Nacional da Propriedade Industrial, para distinguir as organizações, empresas e indivíduos que se destacaram na proteção da Inovação que desenvolveram, e torná-los num exemplo a seguir.

A cerimónia foi presidida pelo primeiro-ministro, António Costa, a encabeçar uma representação de membros do Governo que incluiu o ministro da Ciência, Manuel Heitor, a ministra da Justiça, Francisca Van Dunem, e a ministra da Presidência do Conselho de Ministros, Maria Manuel Leitão Marques, bem como vários secretários de Estado.

O Prémio Bartolomeu de Gusmão foi ainda atribuído à Bial, Corticeira Amorim, The Navigator Company, Renova, Hovione, CEiiA, Vista Alegre, e ainda ao empresário Rui Nabeiro, do Grupo Delta, entre outras empresas e instituições.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação