Braga Destaque

Associação esterilizou 60 gatos em 2 meses e quer “Provedor do Animal” em Braga

Redação
Escrito por Redação

Decorridos dois meses da assinatura de um protocolo entre a Câmara Municipal de Braga (CMB) e duas associações zoofilas da cidade, a Associação para a proteção de animais errantes de Braga (Saquetas de Rua) já capturou cerca de 60 gatos errantes que foram esterilizados e devolvidos às respetivas colónias. A mesma associação aponta carência nos meios humanos para ajudar a recolher os animais e sugere a criação da figura de Provedor do Animal, como já existe em Lisboa.

Em setembro passado a CMB disponibilizou uma verba de 17.500€ para uso na esterilização de gatos de rua, com vista ao controlo da população de animais vadios na cidade e conta com o apoio das associações no terreno para realizar essa tarefa.

Sónia Marinho, presidente da Saquetas de Rua, congratula-se pelo arranque do CED (capturar-esterilizar-devolver) em Braga, mas refere que é necessário um reforço das medidas, para que se obtenham resultados efetivos.

“É preciso que o município desburocratize o processo de acesso à esterilização de animais de companhia por parte dos munícipes carenciados, pois as ninhadas domésticas são uma das principais fontes do problema”, aponta.

“Neste momento, para que um municipe carenciado possa esterilizar um animal via protocolo da CMB para famílias carenciadas, tem que gastar previamente cerca de 40€ numa clinica privada com a colocação de microchip e vacina da raiva, além do pagamento da taxa à respetiva junta de freguesia, o que inviabiliza o acesso”.

Medidas como a alocação de meios humanos pelo município para o programa CED, criação da figura do Provedor do Animal como acontece no município de Lisboa e alargamento do CED aos caninos errantes são medidas que urge implementar, na opinião de Sónia Marinho.

“Estamos no caminho certo e o empenho do senhor vereador do ambiente na resolução deste problema é notório, mas ainda há muito a fazer em Braga, pois há milhares de gatos na rua em reprodução descontrolada”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação