Destaque Vila Verde

Caldo de Sabariz matou a fome aos alemães

DR
Fernando André Silva
A Festa do Caldo do Pote regressou a Dusseldorf, na Alemanha, durante o passado domingo, 18, e José Esteves, um dos organizadores, clama “grande sucesso” para este evento.

Ao Semanário V, o empresário natural de Sabariz, que gere o grupo Frango Português em conjunto com outros dois associados, explica que na edição deste ano foram vendidos “mais de mil litros” de sopas preparadas no tradicional ‘pote’ para o caldo.

DR

“Foi mais um grande sucesso onde foram confecionados mais de mil litros de sopas, bem como a famosa patanisca e a broa de milho”, explica o empresário, revelando que a grande novidade deste ano, uma panela de cobre de 100 litros para fazer polvo cozido, foi também ela um sucesso.

“Tivemos entre 800 a 1.000 visitantes durante o evento em Dusseldorf”, explica José Esteves, realçando ainda a “comitiva de Sabariz” que se deslocou à Alemanha para confeccionar dez variedades de sopas”.  “Foi um excelente dia de tradições de Vila Verde em Dusseldorf….”, vinca José Esteves.

DR

“Este ano contamos ainda com a presença de dois vereadores em representação da Câmara de Vila Verde”, acrescenta Esteves, falando do vereador do Ambiente, Patrício Araújo, e o responsável pelo Urbanismo, Manuel Lopes.

Já o vereador Manuel Lopes, em comunicado, aponta que o evento mostra como os portugueses se sentem bem integrados naquele país e que os emigrantes reconhecem o valor das tradições, referindo que a Festa do Caldo do Pote demonstrou que a comunidade portuguesa está bem integrada na Alemanha.

DR

“Nota-se que os nossos emigrantes não esqueceram Portugal, não esqueceram as suas tradições nem as suas raízes. Vila Verde só tem a ganhar com esta iniciativa. Este evento é um fator de atração turística muito importante. É desta forma que os alemães conhecem as nossas tradições e querem conhecer a nossa cultura e visitar o nosso território”, conclui.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista