Braga Destaque

Empresa histórica de Braga fecha portas e deixa 74 no desemprego

Arquivo
Agência Lusa
Escrito por Agência Lusa

A Jado Ibéria Produtos Metalúrgicos, sediada em Nogueira, Braga, iniciou o “processo de encerramento total e definitivo”, garantindo que os direitos dos atuais 74 trabalhadores “estão assegurados”, confirmou hoje à Lusa fonte oficial daquela empresa.

A referida fonte explicou que a decisão de encerrar a Jado Ibéria, que pertence o Grupo Ideal Standard, “não foi tomada de ânimo leve” e que “resulta de uma avaliação contínua da produção global da empresa”, sendo que o encerramento está previsto para o dia 03 de dezembro.

Em comunicado enviado hoje à Lusa o Sindicato dos Trabalhadores das Industrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Norte (SITE-NORTE) refere que o “sindicato e as organizações representativas dos trabalhadores receberam com grande perplexidade a informação do encerramento total da Jado Ibéria”.

O SITE aponta que a empresa em causa tem “mais de 50 anos de atividade” e que é uma “referência para o concelho de Braga” pelo que o seu encerramento põe em causa o emprego daqueles trabalhadores, a sua estabilidade pessoal e familiar e o desenvolvimento do tecido económico na região de Braga”.

A empresa referiu que “está em curso o processo de negociação com os trabalhadores”, garantindo que “os direitos dos trabalhadores estão assegurados de acordo com o que está na lei”.

Segundo a fonte mencionada “a empresa está bem ciente das implicações e gravidade desta decisão e está empenhada em minimizar o seu impacto social, cumprindo todos os trâmites legais”.

“A decisão não está relacionada com a qualidade do trabalho dos colaboradores da fábrica em Braga mas a empresa já não lucrava e os custos de produção já não justificavam manter a laboração em Braga”, explicou a fonte.

Comentários

Acerca do autor

Agência Lusa

Agência Lusa