Braga

“Nós Cidadãos” denuncia condições precárias para crianças em Esporões

Contentores provisórios na escola de Esporões / DR
Redação
Escrito por Redação

O partido político com sede em Braga, “Nós Cidadãos”, aponta promessas de colocação de aquecimento nos contentores provisórios da escola de Esporões, assim como capas de chuva que “ainda não apareceram”.

Aquela organização política questiona ainda “se é normal as crianças do primeiro ciclo terem que levar dois pares de calçado face à chuva que apanham para ir almoçar fora das instalações provisórias”.

O partido acusa a Câmara de Braga de desonestidade para com os pais das cerca de 60 crianças que frequentam a escola e diz que o edil, Ricardo Rio, “só se mostrou solidário após o fecho da escola a cadeado pelos pais como forma de protesto”.

“Ricardo Rio esqueceu 60 crianças, algumas nunca conheceram o que é uma escola e a culpa não pode ser da empresa que ganhou o concurso público, mas do edil que sabia que as obras estavam paradas e deixou andar”.

O partido receia que a escola não vá abrir neste ano letivo. “Há alunos que vão para o 3.º ano e nunca conheceram uma escola, tiveram sempre aulas em contentores, sem aquecimento, andam à chuva 400 metros para almoçar, e a levar dois pares de sapatos, não podemos de forma alguma aceitar isto”.

O “Nós Cidadãos”, em conjunto com o movimento cívico “Braga para Todos”, querem ainda saber “quanto custam estes contentores aos bracarenses, quanto custa ter as crianças do pré-escolar no centro paroquial”.

“Temos direito a exigir essas contas, porque esta escola não é um caso isolado”, vincam.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação