Desporto Destaque Vila Verde

Adriana Gomes subiu ao pódio na maratona “mais dura e bela do mundo”

Adriana Gomes (à esquerda na foto) é natural da Vila de Prado / DR
Redação
Escrito por Redação

Foi este último fim de semana de 1 e 2 de dezembro que as ruas da Vila do Gerês receberam os atletas que se aventuraram a participar na 5ª edição da Gerês Extreme Marathon, conhecida como “a maratona mais bela e mais dura do mundo”. Adriana Gomes, atleta da Vila de Prado, terminou a prova dos 13 quilómetros em terceiro lugar.

A organização cabe à Carlos Sá Nature Events e municipio de Terras de Bouro, conta ainda com o apoio da proteção civil, Milaneza, Ecomobile, 4Moove, Chocolates Avianenses e Aguas do Fastio.

Percorrendo as estradas de montanha do único Parque Nacional de Portugal – o Parque Nacional Peneda-Gerês, os 1.400 atletas de 11 nacionalidades que se aventuraram na Gerês Extreme Marathon usufruíram de paisagens e cenários de montanha incríveis, rodeados de vegetação luxuriante e verdejante. A harmonia com as florestas nativas portuguesas e com o silêncio tão característico da montanha do Parque Nacional Peneda-Gerês foram apenas quebrados pela dureza e desnível positivo da prova.

O primeiro atleta a cortar a meta na distância de 42Km foi o português Mário Elson, do NAST que, pela primeira vez e com o tempo de 2:49:05, vence prova rainha do evento Gerês Extreme Marathon, não dando hipótese aos seus mais diretos concorrentes. Partilharam o pódio os atletas José Ferreira, individual com 02:58:01 em 2º lugar e, no 3º lugar, Luís Gil (Decathlon Maia) com o tempo de 03:02:40. Nas concorrentes femininas, Lucinda Sousa (individual) conquistou o lugar mais alto no pódio, com 03:31:38. Seguiram-se Alexandra Fernandes (ORALKLASS) com 03:54:41 e Paula Rios (Viana Running) com 03:56:24.

Para além da prova rainha de 42 km, a Gerês Extreme Marathon contou também com mais três provas em diferentes distâncias. Com a distância de 42 Km mas em estafetas, os atletas puderam participar em equipas de três elementos e partilhar a dura prova, passando o testemunho entre os diferentes elementos da equipa. As distâncias de 21Km e 660m de desnível positivo e de 13 Km e 530m de desnível positivo fecharam o leque das opções de participação. Todas as provas tiveram partida e chegada no centro da Vila do Gerês.

No sábado dia 1 de Dezembro decorreu a 2ª edição da Extreme Mile! Num desafio curto mas bastante exigente e audaz os intrépidos participantes tiveram de correr uma milha com uma inclinação média de 35% e 525m de desnível positivo. Com partida na Albufeira da Caniçada e com chegada no miradouro das Voltas de São Bento, os atletas percorreram a árdua distância tendo como pano de fundo a bela paisagem da Albufeira da Caniçada ladeada pelas suas belas montanhas. O grande vencedor da Extreme Mile foi Alex Tondela do Montanha Clube TrailRunning/EFAPEL que só precisou de 00:21:11 para percorrer a totalidade do percurso e colocar-se no primeiro lugar do pódio. Já no lado feminino foi Renata Gonçalves também do Montanha Clube TrailRunning/EFAPEL, com o tempo de 00:26:22, quem se sagrou vencedora.

Procurando divulgar os usos e saberes culturais das Gentes e Habitantes do Parque nacional da Peneda Gerês, a Carlos Sá Nature Events associou-se à ATACE – Associação Turística da Aldeia Comunitária da Ermida, que levou a cabo um vasto programa de atividades culturais, que deram aos visitantes a possibilidade de conhecer e experienciar algumas das práticas comunitárias ancestrais que são características das aldeias desta região. A Chegada da rês, o Chamado do Povo, provas de sabores e convívio à fogueira foram algumas das atividades das quais os visitantes da aldeia da Ermida puderam disfrutar nesta tarde proporcionando bons momentos de diversão e contato com mais um dos tesouros do PNPG: a sua cultura.
Houve ainda lugar para que a Carlos Sá Nature Events continue a preservar os espaços que utiliza e procura divulgar, ao contribuir para a reflorestação das montanhas do nosso país, com uma ação de plantação de árvores autóctones pelos participantes nesta tarde cultural.

Em mais um ano consecutivo, a Gerês Extreme Marathon mostra ser uma óptima oportunidade para dar a conhecer uma das mais belas regiões de Portugal, as suas gentes, os seus costumes e a sua gastronomia, não só aos milhares de atletas nacionais que participam e suas famílias, bem como aos atletas internacionais cuja participação vai aumentando ano após ano, revelando-se assim um importante porta-estandarte na promoção de Portugal, do Minho e em particular do Parque Nacional Peneda-Gerês.

21Km (masculino)
– Henrique Costa (individual) – 01:20:08
– Nuno Fernandes (Clube Atletismo Fafe) – 01:22:33
– Diogo Fernandes (SIM SUMMIT) – 01:22:01
21Km (feminino)
– Diana Sousa (Centro Ciclista de Gondomar) – 01:35:25
– Paula Lage (SIM SUMMIT) – 01:40:35
– Sofia Pimenta (LION RUNNERS – G. D. LEÕES DA GUARDA) – 01:48:31

13 km (masculino)
– Ruben Veloso (ACADEMIA DESPORTIVA ARCOS DE VALDEVEZ): 00:50:24
– Alex Tondela (MONTANHA CLUBE TRAILRUNNING/EFAPEL) – 00:52:36
– José Miranda (individual) – 00:54:32
13 km (feminino)
– Hortense Tenda (SPORTING CLUBE DE ESPINHO / ANTÓNIO LEITÃO) – 01:01:00
– Cristiana Ferreira (RUNNING ESPINHO) – 01:03:05
– Adriana Gomes (MINHO AVENTURA) – 01:05:30

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação