Destaque Região

Ex-diretor de Centro de Saúde de Barcelos condenado a 4 anos de prisão

FAS / Semanário V
Fernando André Silva

O ex-diretor do Centro de Saúde de Barcelos, Afonso Inácio, foi esta sexta-feira condenado a quatro anos de prisão com pena suspensa, por 12 crimes de burla tributária e um de falso atestado médico.

O antigo diretor estava acusado de, em conjunto com o ortopedista José Pereira e o médico Mário Vianna, realizar relatórios para atestar falsas doenças, lesando assim a segurança social em vários milhares de euros, dando aptidão para a reforma a quem a ela ainda não tinha direito. Os médicos cobravam um pequeno montante na fase inicial que poderia chegar aos 2.000 euros caso a reforma fosse aprovada.

Afonso Inácio terá ainda de pagar 11 mil euros ao Centro Nacional de Pensões.

Já os outros dois arguidos foram condenados a seis meses de prisão com pena suspensa e têm de pagar 1.500 euros à Amnistia Internacional.

“Os arguidos não são uns cidadãos quaisquer. São pessoas com responsabilidade acrescida. Fizeram algo grave. Enganaram a Segurança Social e forjaram documentos”, disse a juíza, na leitura do acórdão.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista