Braga Destaque

Projeto de Braga para a valorização ambiental vence prémio nacional

Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

Na 5.ª edição do prémio AGIR, promovido pela REN- Redes Energéticas Nacionais, que este ano abordou o tema da preservação do património natural, o projeto ‘Encosta do Sol’, desenvolvido pela Bonus Itineris – Cooperativa de Qualificação Turística e Ambiental, em parceria com o Município de Braga, foi distinguido e conquistou o segundo lugar nesta edição do Prémio AGIR.

O projeto ‘Encosta do Sol’ pretende facilitar e melhorar o acesso entre o meio urbano e o meio natural, a pé ou de bicicleta. Tem como objetivo estabelecer uma ligação entre a cidade de Braga e a Serra do Carvalho, valorizando os contributos dos montes – Monte de Vasconcelos e Monte Pedroso -, em termos ambientais, patrimoniais e paisagísticos. O projeto foi criado com o intuito de sensibilizar a população, tanto as crianças, como os adultos a preservar o património histórico e natural, numa altura onde há uma crescente pressão urbanística.

Altino Bessa, vereador do Ambiente, sublinhou a importante aposta que o Município tem feito no turismo de natureza, afirmando que “este projeto de valorização da natureza, muito direcionado à aposta turística que o Município de Braga tem vindo a fazer ao longo destes últimos anos, fugindo um pouco aquilo que é o turismo tradicional, levou-nos a criar muito mais para Braga dar a conhecer, não só aos seus munícipes, mas também aos turistas. Fizemos duas apostas: no turismo de natureza e no turismo gastronómico”. Relembrou, ainda, a criação da Rede de Percursos Pedestres implementada em todo o Município, fruto da aposta no turismo de Natureza. Trata-se da maior rede em todo o país.

Com o projeto, a previsão é que a ligação entre a zona urbana e a zona natural da cidade, seja feita em poucos minutos, através de um percurso terrestre num ambiente valorizado, com o objetivo de pôr as pessoas em contacto com a natureza, aproximando comunidades e facilitando um maior fluxo de pessoas.

A Bonus Itineris está responsável pela implementação do projeto “Encosta do Sol”, que conta com uma rede de parcerias que inclui, além da Câmara Municipal de Braga, a Junta de Freguesia de Gualtar, a Associação Juvenil de Gualtar, a casa da Ciência de Braga, a comunidade escolar, organizações ambientais e desportivas, de forma a assegurar a eficácia da implementação do projeto.

No evento de entrega do prémio, Nuno Alpoim, presidente da Bonus Itineris, apontou a importância do prémio para este projeto e dos “seus impactos diretos na região, nos quais se destacam a salvaguarda de um percurso não motorizado entre a cidade e as zonas verdes, evitando-se por exemplo a construção de estradas”. Concluiu, acrescentando que este prémio “reconhece ainda o alcance nacional do ‘Encosta do Sol’ e reforça a sua elevada capacidade de ser replicado nas áreas limítrofes das médias e grandes cidades do país.”

Além da “Encosta do Sol”, a 5ª edição do Prémio AGIR distinguiu mais dois projetos focados na defesa do património natural: o projeto “Gado Sapador”, desenvolvido pela Agência de Desenvolvimento Gardunha 21, no Fundão e o projeto “Guardiãs do Mar”, criado pela Ocean Alive – Cooperativa para a educação criativa marinha, de Setúbal e Tróia.

O tema do próximo ano, na sexta edição do prémio AGIR, promovida pela REN, é o ‘Combate ao abandono escolar e promoção do sucesso escolar’.

Fotos: Mariana Gomes / Semanário V

 

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista