Braga Destaque

Empresa de Braga inventa solução metálica antissísmica

Ensaio do projeto FREEDAM
Fernando André Silva

A empresa de metalomecânica O FELIZ, situada em Celeirós, Braga, está inserida em um consórcio europeu com uma empresa italiana que, durante os últimos três anos, trabalhou em conjunto com quatro universidades com vista a desenvolver uma solução antissísmica inovadora para edifícios, uma ligação metálica entre vigas e postes que não danifica com ocorrências de sismos.

Este consórcio uniu-se no âmbito do projeto FREEDAM, na qual participaramtrês universidades estrangeiras [Liége, Nápoles e Salerno], e o departamente de Engenharia Civil da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Faculdade de Coimbra.

Ensaio do projeto FREEDAM

Luís Simões da Silva, catedrático e líder da equipa portuguesa, explica que a estratégia passa por desenvolver ligações especiais entre viga e pilar que concentram em componentes substituíveis toda a dissipação da energia que o sismo transmite à estrutura.

“São ligações capazes de suportar, sem qualquer dano, eventos sísmicos. Após o evento só temos de substituir esses componentes dissipativos, de forma muito simples”, explica o coordenador.

Prof. Luís Simões

Luís Simões da Silva garante ainda que a ocorrência de sismos não compromete a estrutura física do edifício. “Este projeto teve uma exigência experimental muito elevada, foram ensaiados vários modelos e materiais até se conseguir a solução final”, salienta.

O projeto teve o financiamento de 1,5 milhões de euros através do programa europeu Research Fund for Coal and Steel e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia e envolveu vários testes por parte da empresa bracarense.

Com esta solução, é esperado implementar no mercado da construção civil a redução de custos de reparação da estrutura após um sismo. Também o desenvolvimento destas ligações é um passo importante para a construção de edifícios livres de dano face a ações acidentais.

Esta solução já está a ser testada no mercado por uma empresa em Itália e o consórcio tem já em curso o processo para o registo de patente desta “ligação metálica sem dano”. O facto de ainda estar em testes impede declarações oficiais por parte da empresa bracarense, remetendo declarações para o chefe da equipa da Universidade de Coimbra.

Representantes d’ O FELIZ reuniram com entidades do Governo durante Feira MIDEST 2018, no Parque de Exposições de Paris Nord – Villepinte

O FELIZ Metalomecânica é uma empresa especializada em construção metálica, perfilagem de chapa, corte e quinagem de chapa, fabrico de colunas de iluminação e torres de comunicação, serralharia em aço inox, corte a laser e alumínio. Fundada em 1945 pelo empresário bracarense António Lopes da Cruz, inicialmente dedicava-se à construção de balanças e serralharia artística.

O Grupo O FELIZ tem quatro empresas em Portugal e duas em Angola.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista