Braga

JSD expressa “profunda preocupação” com o futuro do Hospital de Braga

Redação
Escrito por Redação

João Alcaide, presidente da concelhia de Braga da Juventude Social Democrata (JSD) veio a público, no seguimento das declarações da ministra da Saúde, Marta Temido, no que diz respeito ao regresso do Hospital de Braga à esfera pública, expressar “profunda preocupação relativamente ao futuro da gestão do Hospital de Braga”.

De acordo com a concelhia de Braga da JSD, “perante as circunstâncias, a solução que melhor responde às necessidades e interesses do próprio Hospital, dos seus profissionais e utentes, e em particular dos bracarenses passa pelo prolongamento do atual contrato de gestão, bem como pela continuidade do modelo de parceria público-privada”. Para Alcaide, “as palavras da ministra da Saúde sobre o Hospital de Braga são verdadeiramente preocupantes, por variadas ordens de razão”.

“São declarações preocupantes, por força do clima de instabilidade que geram no que respeita ao futuro do Hospital, são preocupantes considerando que o Hospital de Braga tem liderado os rankings de excelência clínica, sendo distinguido como o melhor hospital do país, e são palavras que preocupam, tendo em conta que, contrariamente ao que afirma Marta Temido, o Grupo José de Mello Saúde está disponível para o prolongamento do contrato de gestão do Hospital”.

Fachada do Serviço de Urgências do Hospital de Braga / DR

Aponta ainda preocupação relativamente à forma com que o “Governo tem destratado os serviços públicos nos últimos anos, designadamente o Serviço Nacional de Saúde”. “É absolutamente censurável o modo irresponsável como o Governo atua em relação ao Hospital de Braga, que há poucos dias, e pelo quarto ano consecutivo, foi destacado como o melhor hospital de média-grande dimensão do país, em conformidade com a avaliação realizada pela IASIST. Impõe-se clareza, responsabilidade e ponderação ao Governo, a bem do Hospital, dos profissionais, dos utentes e dos bracarenses”, pede.

Nas palavras de João Alcaide, “o que se exige ao Governo é que aja com seriedade, responsabilidade e que dialogue no sentido do prolongamento do atual contrato de gestãol”. “O Hospital de Braga assume relevo fundamental no concelho de Braga, na região e no país, distinguindo-se pela sua excelência, qualidade do serviço e capacidade de resposta à população, nomeadamente num tempo em que se verifica a degradação generalizada dos serviços públicos”, atenta o líder da jota laranja, sublinhando que “a melhor solução passa, também, pela continuidade do modelo de parceria público-privada“.

“Para o efeito, o Governo deverá, no entretanto, lançar um novo concurso para a gestão público-privada. É essencial salvaguardar o bom trabalho que tem sido desenvolvido por parte do Hospital de Braga, a bem dos profissionais, dos utentes e dos bracarenses”, vinca.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação