Braga Destaque

Saúde. Conselho do Hospital de Braga quer reunir com António Costa

Fernando André Silva

Os membros do Conselho para o Desenvolvimento Sustentado do Hospital de Braga (CDS-HB) estiveram reunidos para fazer o balanço da atividade do Hospital de Braga no ano de 2018 e abordar o seu futuro, que passa pelo pedido de uma reunião com o primeiro-ministro António Costa. O motivo: “apreensão pelo futuro do Hospital de Braga”, tendo em conta que as negociações com o Governo parecem não chegar a bom porto.

Em comunicado, o conselho composto por vários líderes de instituições do concelho de Braga, salienta uma evolução “muito positiva” ao longo de “quase 10 anos desta parceria”, defendendo que as PPP “para além do contributo para maior qualidade e eficiência na gestão, também são uma solução para a falta de investimento no SNS em infraestruturas e equipamentos”.

Segundo aquele conselho, em 9 anos, foram atendidos 3,5 milhões de utentes em consultas médicas (com crescimento da resposta de 109%), foram feitas 230.000 cirurgias (crescimento da resposta de 208%), foram atendidas nos serviços de urgência mais de 1,9 milhões de pessoas.

Os membros solicitaram uma reunião de urgência com o primeiro-ministro e remeteram o mesmo comunicado para o Ministério da Saúde, reforçando que nos sistemas de avaliação independente feitos pela Entidade Reguladora da Saúde, o HB foi considerado o melhor hospital de média/grande dimensão do país, com as máximas classificações na grande maioria das áreas clínicas.

O conselho teme que com o final do contrato, em agosto de 2019, a população servida possa não ter uma resposta tão satisfatória como nos últimos 9 anos.

O questão da sustentabilidade económica também é referido pelo conselho, apontando o contencioso gerado pelo cancelamento dos financiamentos de 2016 para tratamentos de doenças complexas, valor que o HB reclama junto do Estado.

O conselho refere ainda que o Governo fez um pedido de prolongamento ao atual contrato de gestão, mas que o concessionário [José de Mello Saúde], apenas aceita caso sejam clarificados alguns aspetos da execução do actual Contrato de Gestão e da sustentabilidade da parceria.

“Em 2016, na Auditoria à Execução do Contrato de Gestão, o Tribunal de Contas reconhecia a eficiência da gestão de recursos públicos, valendo-se de indicadores de custos operacionais por doente e do financiamento atribuído pelo Estado por cada doente. Uns e outros representavam, na opinião daquele Tribunal, os mais baixos verificados nos hospitais do SNS, de gestão pública”, diz ainda o comunicado, referindo que a economia líquida que resulta para o SNS da parceria que o Estado contratualizou no HB, quando comparada com os custos padrão do SNS, se pode avaliar entre 30 a 50 M€ por ano.

A Universidade do Minho e a sua escola de Medicina também não foi esquecida, apontando aquele conselho o “manifesto proveito” dos dois lados nesta parceria.

“Os membros do Conselho congratulam-se com o facto da José de Mello Saúde garantir, em qualquer circunstância, que cumprirá o contrato até ao último dia da concessão, sem redução do nível de desempenho a que nos habituou”, referem, concluíndo afirmando que estão convictos que a gestão privada também pode revelar, como no caso do HB, qualidade, eficiência e ser referência de benchmarking para o sector público, podendo ter efeitos positivos na medida em que for um bom exemplo de cooperação entre os domínios privados e públicas.

Subscrevem este comunicado Luís Braga da Cruz [presidente do Conselho para o Desenvolvimento Sustentado do Hospital de Braga], D. Jorge Ortiga [Arcebispo Primaz da Arquidiocese de Braga], Ricardo Rio [presidente da Câmara de Braga], Rui Vieira de Castro [reitor da Universidade do Minho], João Manuel Duque [presidente do Centro Regional de Braga da Universidade Católica Portuguesa], Bernardo José Ferreira Reis [provedor da Santa Casa da Misericórdia de Braga] e Domingos Macedo Barbosa [presidente da direção da Associação Comercial de Braga].

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista