Braga Destaque

Antifascistas de Braga acusam Maria Vieira de “insultar tudo e todos”

Frente Unitária Antifascista FAS / Semanário V
Fernando André Silva

A Frente Unitária Antifascista (FUA) de Braga veio a público reagir às declarações da conhecida atriz portuguesa Maria Vieira, depois desta os ter denunciado como “epicentro” de um bloqueio da conta da atriz da rede social Facebook.

Os antifascistas bracarenses, a quem a atriz chamou de “grupeta de idiotas úteis”, respondeu em comunicado, relembrando que “a FUA foi recentemente criada por vários coletivos democráticos ativos na sociedade”, tendo em vista a “sua transformação e melhoria”. Esclarecem que, de entre o grupo, fazem parte associações, partidos e sindicatos, como o sindicato de trabalhadores de Call-Center, o SOS Racismo, o Movimento Alternativa Socialista ou a UMAR, que luta pelos direitos das mulheres.

Maria Vieira referiu ainda, na mesma publicação, que a FUA tenta lutar contra moinhos ao estilo de D. Quixote, pois, segundo a atriz, o fascismo não existe em Portugal. No entanto, a FUA afirma que são várias as organizações que atuam neste momento em Portugal com cariz fascista e racista, dando exemplo do PNR. “Tal facto foi também referido pelos serviços de informação no Relatório Anual de Segurança Interna (RASI), aprovado no dia 28 de março de 2018 e pelo Conselho Superior de Segurança Interna (CSSI)”, esclarece o comunicado enviado à nossa redação.

Já sobre a acusação de Maria Vieira sobre a FUA, os antifascistas referem que, na página da atriz, “muitas pessoas são testemunhas dos comentários preconceituosos”, “insultado a tudo e a todos que não se revêm na sua posição política”.

“Por conseguinte, não será de admirar que o Facebook apenas tenha feito aplicar as suas próprias regras, as quais proíbem toda a forma de discriminação racial ou baseada na orientação religiosa ou sexual. Relembramos ainda que em Portugal, as leis proíbem este tipo de comentários e quem os fizer, arriscar-se-á a ser pronunciado penalmente”, avisa a FUA.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista