Braga

Junta de São Victor apoia 300 famílias com alimentos e roupa neste Natal

© DR
Redação
Escrito por Redação

Enquadradas nas ações de sensibilização para a minimização das carências financeiras e sociais, a Comissão Social da Freguesia de S. Victor empreendeu a iniciativa ‘Solidariedade Mais’, enquadrada no propósito social da Junta de Freguesia de S. Victor, com intuito de reforçar a coesão social.

As iniciativas envolveram várias escolas da freguesia e instituições culturais, sociais e até desportivas num esforço de “conceder um sorriso à população mais necessitada, sobretudo num momento tão especial como é o Natal, em que nenhuma família devia passar privações”.

Alertando para a crescente dificuldade que tem sentido no terreno, com mais de 5.000 desempregados inscritos no GIP, a Junta de Freguesia de S. Victor desenhou a estratégia de conceder um apoio direto a quase três centenas de famílias, as quais foram beneficiárias de Kits SOS (Cabazes com bens alimentares), de enxovais para bebés e roupas para várias idades.

“Cedemos, ainda, de forma totalmente gratuita, quatro pares de canadianas e, por mais de uma dezena de vezes, emprestámos as cadeirinhas de rodas a cidadãos com dificuldades financeiras e que careciam deste apoio do Banco Ortopédico. De igual modo, cedemos uma cama articulada automática a uma família que tinha necessidade deste equipamento”, refere Ricardo Silva, presidente daquela autarquia.

Alunos e respetivas famílias, funcionários e professores das Escolas da Freguesia de S. Victor promoveram campanhas de recolha de bens alimentares e de roupa, dando destaque ao generoso contributo da EB1 de Santa Tecla.

Igualmente, os alunos da Escola Artística Calouste Gulbenkian assumiram o desafio de reunir vários géneros alimentares, constituindo um reforço ao balcão alimentar da Junta de Freguesia. Também os “Sons do Tibete” realizaram um concerto de Taças e Gongos Tibetanos, no auditório da Junta de Freguesia de S. Victor, pedindo aos participantes que doassem uma prenda/brinquedo à Comissão Social de Freguesia, de forma a serem incluídos nos cabazes de Natal.

A Associação Recreativa e Cultural da Universidade do Minho (ARCUM) promoveu uma recolha de bens alimentares, bem como de brinquedos, que foram igualmente incluídos em alguns cabazes distribuídos na época de Natal. Os produtos restantes ficarão à disposição da Comissão Social de Freguesia para distribuir ao longo do ano, sobretudo a pessoas que careçam de se preparar para entrevistas de emprego.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Associação de Pais da EB1 de S. Victor promoveu uma campanha de recolha de vestuário e brinquedos, que reverteu a favor da Comissão Social de Freguesia, aproveitando a próxima época de Reis para redistribuir alguns presentes às famílias com menores a seu cargo.

Também o Grupo Coral de Guadalupe, com a Missão Põe Azeite, reuniu 288 litros de azeite, tal como a Percussão da Universidade do Minho (iPUM) se reuniu e entregou várias dezenas de garrafas de óleo alimentar.

O Grupo Coral de Guadalupe reuniu, ainda, vários produtos de puericultura, desde artigos de higiene, passando por fraldas e roupas de bebés, que foram reunidos e entregues à Comissão Social da Freguesia de S. Victor, para integrarem, de forma reforçada, os enxovais “Um sorriso…um bebé”, como apoio à natalidade.

Na preocupação de reforçar o balcão alimentar da Comissão Social, também o iPUM – Percussão do Minho, entregou na Junta de Freguesia de S. Victor vários produtos alimentares que permitiram compor cabazes de Natal.

Pela primeira vez, e com resultados extremamente positivos, a empresa de formação “Do It Better” angariou, através dos seus formandos, vários bens alimentares e de higiene pessoal. Também a Profitecla de Braga organizou um Jantar Solidário, a partir de uma Prova de Aptidão Profissional, cujos produtos foram entregues à Comissão Social da Freguesia. A este rol de iniciativas, juntaram-se a AAUM e o Cabido de Cardeais da Universidade do Minho, que distribuíram 15 cabazes com produtos alimentares às Famílias sinalizadas residentes no Bairro Social das Enguardas.

A Junta de Freguesia de S. Victor encetou um apoio direto, no reforço de competências às estruturas que trabalham no terreno, às Conferências de S. Vicente de Paulo (S. Victor e Santo Adrião), bem como à Equipa Sócio Caritativa dos Congregados, entidades que têm ajudado a minimizar a problemática social na freguesia de S. Victor e têm sido fundamentais na coesão social do nosso território.

E num entendimento de que Natal é para todos, oferecemos várias dezenas de sacos de ração para cães e gatos à Associação para a Defesa dos Animais e Ambiente de Vila Verde, à CAPA (Clube de Adopção e Protecção de Animais da Póvoa de Lanhoso) e à Abandoned Pets Portugal, sedeada em Braga.

Nos dias 15 e 16 de Dezembro, procedeu-se à Campanha de Produtos de Recolha de Alimentos, numa parceria com o Braga Parque e com o Pingo Doce, tendo como resultado final uma coleta generalizada de 9 boxes de géneros alimentares, que permitiu constituir cerca de 275 cabazes que foram entregues a famílias em situação de carência. Esta Campanha contou com o apoio e empenho da Pastoral de Jovens de S. Victor, do Agrupamento CNE660/Montariol, da Profitecla, do Coro Académico da Universidade do Minho, Grupo 1/AEP e dezenas de voluntários que estiveram presentes na campanha, provando a solidariedade e empenho de todas as estruturas da Freguesia.

Terminamos o ano 2018 com sensação de termos “estado mais próximos de quem precisa”, permitindo, assim, que o Natal tenha sido mais alegre para muitas das famílias mais desfavorecidas, esperando conseguir prolongar o espírito natalício por todo o ano 2019.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação