Destaque Vila Verde

Cuecas novas na passagem de ano? Idosos do Vale do Homem dizem “sim”

© CSVH
Redação
Escrito por Redação

Manda a tradição europeia que para se ter sorte no novo ano são necessárias 12 passas em cima da mesa, dinheiro no bolso e… cuecas novas, de preferência com a cor azul.

Atentos à superstição portuguesa, com raízes na tradição italiana das “cuecas vermelhas” na passagem de ano, os idosos do Centro Social Vale do Homem foram comprar cuecas azuis, para preservar a tradição.

“Dizem os supersticiosos que devemos escolher umas cuequinhas novas para a passagem de ano… e foi isso que fizemos”, refere fonte daquela instituição com lares sediados em Lanhas, Vila Verde, e em Caldelas, Amares.

Na Finlândia, a tradição manda derreter uma ferradura em estanho dentro de uma frigideira. Na Irlanda, as jovens mulheres solteiras colocam um azevinho debaixo da almofada para “encontrar o amor perfeito”. Na Itália, para além da já citada cueca vermelha, têm o hábito de atirar pela janela os objetos que já não querem em casa no novo ano. Na Dinamarca, ano novo é sinal de discurso da rainha, e todos param para ouvir.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação