Braga

Hospital de Braga volta ao Estado a 31 de agosto. Mello Saúde culpa Governo por falta de financiamento

Partilhe esta notícia!

O grupo privado José de Mello Saúde, responsável pela gestão público-privada do Hospital de Braga, veio hoje a público confirmar a intenção da ARS Norte em recuperar aquele hospital para domínios exclusivamente públicos.

Em comunicado enviado às redações, o grupo JMS culpa o Estado por falta de financiamento a alguns tratamentos, como o caso da Hepatite C e do HIV, que o hospital terá continuado a assumir, mas o Governo deixou de financiar.

“Os financiamentos, cancelados desde 2016, para o tratamento de doentes com HIV, Esclerose Múltipla e, recentemente, Hepatite C, na ordem dos 10 milhões de euros anuais, são assumidas pela José de Mello Saúde sem financiamento associado, ao contrário do que acontece nos restantes hospitais do SNS, podendo chegar aos 50 milhões de euros até ao final do prolongamento proposto pelo Estado, o que seria insustentável para a parceria“, lê-se no comunicado enviado à nossa redação.

O grupo salienta que o contrato permanece até dia 31 de agosto e que será para cumprir. “Será mantida a estabilidade da atividade clínica e da prestação de cuidados de saúde à população, no cumprimento, como sempre aconteceu, de todas as obrigações estabelecidas no Contrato de Gestão”, diz a gestão do Hospital de Braga.

Comentários

topo