Braga Destaque

Ricardo Rio admite “atrasos complicados” nas obras da EB1 de Esporões

Ricardo Rio (c) Mariana Gomes / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

Os alunos da EB1 de Esporões, em Braga, estão há dois anos a ter aulas em contentores provisórios, o que levou ao encerramento da escola a cadeado por parte dos pais em novembro deste ano. Ricardo Rio, na altura, prometeu que a nova obra era inaugurada a 21 de dezembro. No entanto, chegados a janeiro, as obras ainda não estão prontas.

A Associação de Pais daquela escola denunciou ontem, através das redes sociais, a continuidade dos contentores no local, na reabertura da escola após as férias de Natal.

Ricardo Rio, citado pela Lusa, admitiu que as obras sofreram “atrasos complicados”, mas adiantou que há a previsão de abertura da nova escola no próximo dia 14 deste mês.

Braga para Todos protesta

Em comunicado hoje divulgado, o movimento Braga para Todos diz que a Câmara prometeu que a obra terminava em 21 de dezembro e que a escola abria para o 2.º período escolar.

“No entanto, ontem [quarta-feira], as crianças voltaram aos contentores. Ricardo Rio voltou a falhar e a mentir aos pais”, criticou.

Citada no comunicado, Elda Fernandes, daquele movimento, diz que se trata de uma “situação grave do ponto de vista político e ético, sendo o respeito pelas cerca de 60 crianças nulo”.

“Estes pais e estas crianças mereciam, tinham o direito de ouvir o que aconteceu da boca de Ricardo Rio”, referiu, exigindo ao autarca um “pedido de desculpas”.

À Lusa, Ricardo Rio disse que as obras demoraram “muito para lá do desejado”, fruto das dificuldades da empresa adjudicatária, mas sublinhou que a escola vai abrir dia 14 “com todas as condições”, fruto de um investimento de cerca de um milhão de euros.

O Braga para Todos quer ainda saber se e quando a escola terá aquecimento.

Rio garantiu que, de uma forma ou de outra, aquela comunidade escolar “não ficará ao frio”.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação