Braga Destaque

Ricardo Rio apreensivo com regresso do hospital à esfera pública. António Costa não responde

EPB (c) Mariana Gomes / Semanário V
Redação
Escrito por Redação

Ricardo Rio está apreensivo com o regresso da gestão do Hospital de Braga à esfera pública após o final do contrato de consessão da José de Mello Saúde, apontado para 31 de agosto de 2019. António Costa ainda não respondeu ao pedido de reunião por parte do conselho para o desenvolvimento daquele hospital, da qual o edil faz parte.

Em declarações à rádio TSF, o presidente da Câmara de Braga lamenta que o contrato não vá ser renovado, após o anúncio, esta manhã, do grupo José Mello Saúde, de que o contrato seria cumprido até 31 de agosto, mas sem direito a renovação.

“Confesso que me causa alguma apreensão porque este retorno à esfera pública vai ser, por si só, um fator de perturbação na gestão e vai criar muitas indefinições não só para os cuidados de saúde que estão a ser prestados à população mas também para a própria situação dos profissionais envolvidos no hospital”, disse Ricardo Rio.

“Teria sido preferível manter a gestão atual até ao fim do concurso, chegar a um entendimento com o atual parceiro para prolongar”, acrescentou.

O autarca referiu ainda que António Costa não respodeu ao pedido do Conselho para Desenvolvimento Sustentável do Hospital de Braga, para uma reunião sobre esta matéria. Desse conselho faz parte o edil, para além de outras personalidades do concelho, como o Arcebispo de Braga ou o reitor da Universidade do Minho.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação