Destaque Vila Verde

Vila de Prado já tem confraria gastronómica para as provas da Feira dos Vinte

Confraria Gastronómica das Provas da Feira dos Vinte © FAS / Semanário V
Fernando André Silva

Os 20 confrades elementos da nova Confraria Gastronómica das Provas da Feira dos Vinte assumiram hoje a entronização daquela “irmandade”, após cerimónia eucarística na capela de São Sebastião e uma caminhada até à igreja paroquial da Vila de Prado para a “entronização” oficial dos confrades.

Durante esta tarde, os confrades e outros pradenses confraternizaram com um lanche, junto da capela de São Sebastião, com vista para o largo onde decorre a conhecida Feira dos Vinte.

Apadrinhada pela Confraria do Galo de Barcelos, esta nova confraria nasce através de um grupo de amigos que têm a tradição de, no dia 19, juntarem-se à mesa para provar papas de sarrabulho e vinho tinto verde.

Miguel Peixoto, um dos 20 confrades, explicou ao V que a iguaria gastronómica escolhida pela confraria são as papas de sarrabulho, agora chamadas de “papas à moda dos vinte”.

Para além das “papas” e do vinho verde tinto, talvez a iguaria que mais se prova no dia 19 de janeiro em Prado, a confraria apresentou hoje os trajes inspirados nos comerciantes de gado de antigamente, uma vez que a feira é conhecida por ser de troca e venda de gado.

O traje é composto por uma capa antiga, de cariz português, com uma fazenda castanha e espessa, ao estilo dos antigos negociantes de animais. Na parte de cima do traje há uma aba com contorno roxo que representa a cor do vinho verde tinto. Há ainda um medalhão em bronze com o logotipo da confraria, e uma boina típica dos negociantes de gado. O traje inclui ainda uma vara de madeira com São Sebastião esculpido no topo.

 

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista