Braga Destaque

Investigadores e ciêntistas levam a ciência aos bares de Braga

PubhD © DR
Mariana Gomes
Escrito por Mariana Gomes

O movimento de divulgação ciêntifica PubhD UMinho tem vindo a desafiar ciêntistas e investigadores a discutir a atualidade ciêntifica nos bares de Braga. Em comemoração do terceiro aniversário de atividade, o PubhD leva a ciência ao Barhaus.

O encontro está marcado para o dia 24 de janeiro, pelas 21h15 e reúne duas investigadoras, uma engenheira química e uma educadora musical. A entrada é gratuita e o público é que faz as perguntas.

O objetivo é levar a ciência aos cidadãos, entre bedidas e aperitivos, numa linguagem acessível a todos. Neste encontro, vai marcar presença a Engenheira Química Ana Rita Araújo, que está determinada em demonstrar que é possível inibir a agregação de proteínas, característica do cérebro de doentes de Alzheimer, recorrendo a compostos complexos desenvolvidos em laboratório. A pesquisa decorre, desde 2015 no Centro de Investigação 3B’s sob orientação de Ricardo Pires, no âmbito de uma tese de Doutoramento em Terapias Avançadas em Saúde. Janete Costa Ruiz, mestre em Ciências Musicais, também marca presença no Barhaus para defender uma investigação de seis anos construída em torno do papel da linguagem figurativa na pedagogia coral infantil.

Este evento de comunicação de ciência existe há 3 anos em Braga, surgindo no âmbito do movimento internacional PubhD, nascido em Nottingham no ano de 2014. Em Outubro de 2015 começou por Lisboa, chegando a Braga e Guimarães três meses depois.

O PubhD, cujo nome é a junção de ‘pub’ e ‘PhD’, a abreviatura de douturamento em inglês, conta hoje com 7 iniciativas promovidas por investigadores e ciêntistas de norte a sul do país.

O PubhD UMinho é dinamizado em Braga pelo STOL-Science Through Our Lives – um projeto do Departamento de Biologia da Universidade do Minho, orientado para a comunicação e divulgação de ciência. Desde Setembro de 2018 o PubhD UMinho realiza-se, exclusivamente, em Braga e já conta com 33 sessões e a participação de 72 investigadores.

Comentários

Acerca do autor

Mariana Gomes

Mariana Gomes

Jornalista