Braga Desporto Destaque

Taça da Liga. Foram implementadas medidas de segurança para os jogos da Final Four

© scbraga.pt
Redação
Escrito por Redação

Face aos jogos da Final Four da Allianz Cup, a diretora executiva da Liga de clubes, Helena Pires, alertou para a dificuldade da entrada em Braga, apelando aos adeptos que se desloquem atempadamente para os jogos que se realizam esta terça e quarta-feira.

Em conferência de imprensa de apresentação do esquema de segurança e acessibilidades para o Benfica-FC Porto e para o Sporting de Braga-Sporting, de 22 e 23 de janeiro, respetivamente, Helena Pires avisa que “a entrada em Braga não é fácil, os jogos vão ser a dias da semana e há condicionamentos de trânsito, pelo que todos os cuidados devem ser acautelados. Deixo o apelo para que os adeptos cheguem ao estádio com tempo”.

No dia 22, terça-feira, os adeptos do Benfica vão ficar instalados na bancada poente do Estádio Municipal de Braga e, desde a saída da autoestrada, devem seguir a indicação Braga – Centro. Por outro lado, e de forma a não existir qualquer encontro entre adeptos, os adeptos do FC Porto ficarão na bancada nascente e devem seguir a direção Braga – Sul.
Na segunda meia-final, o esquema é idêntico. Os adeptos do Sporting de Braga ocuparão a bancada poente e os do Sporting a nascente e devem seguir os mesmos trajetos.

A Liga de Portugal criou, ainda, dois pontos de encontro para os adeptos conviverem em segurança, que abrem às 15h30. Os adeptos do FC Porto e do Sporting têm lugar reservado no Parque 2 (P2), junto às bilheteiras do estádio, e os adeptos do Benfica e do Sporting de Braga ficarão no P4.

O principal objetivo da PSP é impedir que os adeptos se juntem e, dessa forma, foram definidos “percursos completamente diferentes de acesso ao estádio”, explicou o chefe da área operacional da PSP de Braga,Pedro Colaço. Os parques vão receber apenas autocarros que transportam quer as claques dos clubes como grupos de adeptos que se organizem dessa forma. As viaturas particulares terão que estacionar nas ruas adjacentes, alertou o responsável.

Tendo em conta que se trata de “três jogos de risco elevado”, a “PSP terá no terreno várias valências: equipas de trânsito, polícias de investigação criminal, de intervenção rápida” e “o comando será reforçado com unidades especiais de polícias de intervenção e grupo operacional cinotécnico”, revelou Pedro Colaço.

As portas do estádio abrem às 17:15 e os ‘meeting points’ dos adeptos às 15:30 nas meias-finais e às 14:30 na final.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação