Destaque País

Agente da PSP colhida por comboio após perseguição policial em Lisboa

PSP (c) FAS / Semanário V
Fernando André Silva

Uma agente da Polícia de Segurança Pública da Divisão de Segurança a Transportes Públicos foi esta noite colhida por um comboio na Gare do Oriente, em Lisboa.

A agente foi chamada a intervir após uma discussão entre um revisor de comboio e um indivíduo, que se terá colocado em fuga, despoletando a perseguição da agente. Terá sido colhida numa das linhas de caminhos de ferro por um patim lateral de um comboio em circulação.

Segundo avança a TVI, está em estado considerado “grave” no serviço de urgencias do Hospital de Santa Maria. Um outro agente também terá ficado ferido mas com menor gravidade.

O indivíduo que encetou a fuga acabou detido por esse mesmo agente. Segundo a Agência Lusa, o incidente deu-se pouco depois das 21 horas desta quarta-feira.

A PSP e a àrea metropolitana de Lisboa têm estado em foco depois de uma intervenção daquela polícia num bairro em Seixal, distrito de Setúbal, que terminou com carga policial denunciada através das redes sociais.

Mamadou Ba, dirigente do SOS Racismo e figura interventiva na sociedade civil pelos direitos das minorias, escreveu uma publicação no Facebook onde criticava a atuação da polícia, apelidando-a de “bosta da bófia”.

Essa publicação caiu mal na opinião pública e nas forças de segurança, havendo já relatos do ativista político de que está a ser ameaçado e teme pela vida.

Nos últimos dias, e desde a intervenção policial no Bairro da Jamaica, têm-se registado distúrbios na região lisboeta, alegadamente causados em forma de protesto contra a “brutalidade policial da PSP”.

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista