Destaque Vila Verde

Utentes da Santa Casa de Vila Verde celebram o dia mundial da escrita à mão

Redação
Escrito por Redação

O Dia Mundial da Escrita, teve origem nos Estados Unidos da América e, celebra uma invenção com 3500 anos: a escrita à mão. Com a massificação das novas tecnologias a escrita à mão tornou-se obsoleta, querendo o Dia da Escrita à Mão reavivar uma arte que durante muitas gerações foi utilizada para passar ideias revolucionárias, escrever obras imortais, assinar acordos internacionais, declarar amores intensos e fazer ameaças, entre muitos outros.

Como cada pessoa tem a sua escrita única, gémeos inclusive, ela permite identificar a autenticidade de documentos, assim como criar ligações emocionais mais fortes entre as pessoas. Como a escrita à mão de cada pessoa é estável, ela permite também verificar a existência de certas doenças.
Neste dia as pessoas são encorajadas a deixar teclados de lado e a escrever à mão, em papel, e, se necessário, a fazer a digitalização e o upload do documento escrito à mão. Escrever uma carta, um poema ou entrar num curso de caligrafia, são algumas sugestões para comemorar este dia.

Os utentes da ERPI de Prado e Valbom da Santa Casa de Vila Verde, com a ajuda das respetivas equipas, não deixaram passar este dia, e celebraram com cópias e ditados, descrições, significados e outras tarefas da língua Portuguesa. Os utentes reviveram a escrita que aprenderam há muitos anos e sentiram o passado e a infância.

“Escrever à mão é, não só um ato pessoal e característico, como também a nossa afirmação quanto ao que sentimos, vivemos ou queremos deixar marcado pela nossa caligrafia nas palavras. Os nossos utentes reviveram a infância com alegria, e ficamos fascinados com a sua capacidade de escrita”, refere o provedor em comunicado.

Recuando 3.500 anos, vemos que a escrita à mão foi o elemento principal nas declarações de amor, obras literárias, acordos internacionais, entre outros momentos decisivos da História da humanidade.

Comentários

Acerca do autor

Redação

Redação