Destaque Vila Verde

Bombeiros de Vila Verde querem pagar propinas a voluntários estudantes

Paulo Renato Rocha - presidente da direção da AHBVVV © Luís Ribeiro / Semanário V
Fernando André Silva

Captar mais voluntários e recompensá-los pelo serviço prestado à comunidade é um dos objetivos a curto prazo da direção da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vila Verde (AHBVVV), que prepara medidas no sentido de ajudar voluntários que frequentem o ensino superior, de forma a pagar-lhes a propina universitária.

Em entrevista ao Semanário V, disponível para download na edição online, Paulo Renato Rocha (PRR), atual presidente da AHBVVV, revela intenção de criar uma nova secção dentro da corporação dedicada aos voluntários, de forma a criar maior proximidade entre corpos gerentes e abnegados através de apoios, como o pagamento de propinas.

Atualmente, o corpo de bombeiros da AHBVVV conta com alguns voluntários que são também estudantes de cursos da área da saúde, e Paulo Renato Rocha quer captar interesse de mais estudantes, sobretudo na área da saúde, como é o caso do curso de enfermagem do ISAVE.

” Dessa forma, os que já são voluntários e que foram embora, podem pensar em regressar ao quartel. Queremos também criar mais áreas de atuação, como é o caso de enfermeiros. Temos também a intenção de captar mais jovens nas escolas, fazendo ações de formação. Queremos fazer um vídeo sobre o que é ser bombeiro em Vila Verde e reproduzir pelas escolas”, são algumas das ideias de PRR para os bombeiros de Vila Verde.

Sobre o pagamento da propina, PRR explica que é intenção da direção criar uma bolsa de estudo para o Ensino Superior que atinja os bombeiros que cumprem voluntariado de forma regular no quartel de Vila Verde . “É uma forma para os jovens poderem ser voluntários mas terem também um fundo que os ajude no campo profissional”, refere o presidente da direção.

Refere ainda que a parceria “não envolve gastos para a associação” e será “com ajuda do tecido empresarial de Vila Verde” que a propina será paga. “Acho que isto é possível e já vi que há abertura por parte de empresários”, garante PRR.

O atual decreto lei 241 de 2007 prevê o pagamento de propina a bombeiros estudantes com pelo menos dois anos de voluntariado em corpo ativo de bombeiros. Grande parte dos voluntários que se iniciam em Vila Verde já completaram a licenciatura quando atingem os dois anos de voluntariado.

*Notícia atualizada com informação no último parágrafo às 15h37

Comentários

Acerca do autor

Fernando André Silva

Fernando André Silva

Jornalista